o FILME oficial PARA o DIA das MÃES


Eu tenho plena consciência de que quando alguém de se depara com o título "Laços de Ternura" cria logo o imaginário de um filme que não deve em nada aos dramalhões mexicanos, ao estilo novelão, ao drama rasgado e barato. Também estou
ciente de que é um título que repele homens naturalmente. Bom, a verdade suprema é que o que encontramos nessa comédia dramática vencedor do Oscar de melhor filme em 1984, é uma estória que equilibra a todo minuto o drama tocante de verdade e a comédia de primeira de forma invejável, tudo graças a um roteiro que é inteligente ao máximo a todo segundo, em toda fala e graças também às atuações tão reais e comprometidas. Até mesmo as crianças acertam pra valer. Aqui não há erros. 


Nós conhemos a estória da relação conturbada da viúva Aurora com sua filha Emma, que vai se moldando com o passar dos anos e conforme Emma entra em um casamento que Aurora reprova e Aurora se envolve com um ex-astronauta canastrão e Emma ainda contrai câncer.
É uma demonstração do mais puro - e sim, imperfeito por vezes, porque É verdadeiro - amor de mãe para filha e vice versa e é exatamente por isso que esse filme é a melhor pedida para esse domingo... Muito logicamente Dia das Mães. Eu não entendo porque temos filmes religiosos passando na TV durante toda Semana Santa, anualmente sem exceção e não temos "Laços de Ternura" sendo exibido durante todo o segundo domingo de maio. Simplesmente não existe opção mais lógica.


Acredito que a esse ponto já ficou bem impresso aqui o meu amor enorme pelo filme. Mas e como não ser assim? Claro, tenho uma ligação especial com ele, porque me inspirei muito no material para escrever meu livro, mais além disso... É impossível não se render as discussões inflamadas de Aurora e Emma, onde mesmo com as farpas fica visivel para nós todo o amor e carinhosa preocupação de ambas. Flap, o marido e Teddy, Tommy e Melannie, os filhos de Emma. A cena da conversa de Emma já muito debilitada pelo câncer com seus dois meninos no hospital gera lágrimas. A personalidade e tiradas afiadas da mãe ursa Aurora gera honestas risadas.
Um filme com 2h10m de duração que levou 5 Oscars, custou $8 milhões e arrecadou $108 milhões, que passa rápido perante os olhos. Olhos marejados e ao mesmo tempo contentes. 


O único ponto negativo sobre o filme que você pode vir a encontrar em alguma crítica poeirenta é o tal "formato de novela" já mencionado por mim acima. Mas e isso importa? Acho que já deixei bem claro que não.
Apenas assistam e tirem suas próprias conclusões. Claro que talvez não se torne de cara o seu filme favorito de todos os tempos como se tornou para esse aqui que vos fala, mas há um fato que será inegável: que não existe filme melhor para aquela reuniãozinha de mãe - pais - e filhos.



NOTA: 10

Mais comentários sobre o filme?



Mágico de Oz

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...