SNACK #3: Oz - Mágico e Poderoso



Lançado há alguns meses, esse foi sem dúvida o primeiro GRANDE filme de 2013. Pelo orçamento de US$ 200 milhões, pela duração, pela dimensão, pelo sucesso de bilheteria - US$ 490 milhões mundialmente - e por ser um derivado do clássico de 1939 que ainda vive no coração de muitos.
Eu tinha minhas reservas quanto ao filme. Confesso aqui sem medo que apostava todas as minhas fichas de que seria um novo "Alice no País das Maravilhas de Tim Burton", abarrotado de deslumbrante, delirante, impecável visual para pouquíssimo conteúdo intelectual, emotivo. 
Felizmente eu estava errado. Certo, o filme tem suas falhas e não será nenhuma obra a ser lembrada daqui a duas, três décadas, mas há um humor que funciona brilhantemente em muitos momentos. A beleza gráfica é tudo que podíamos imaginar. A direção é inspirada (não confundam com excelente) e há sim atuações dedicadas e momentos prazerosos (eu até agora querendo aquele macaco com asas vestido de mensageiro pra mim! Todo criado com computação gráfica e impecável, assim como o tigre de LIFE OF PI. Expressões complexas e mais envolventes do que as de muitos atores. Kristen Stweart, por exemplo). Momentos que nos fazem embarcar de cabeça no filme e eu, sinceramente, assistiria de novo. Recomendo e deixo minha previsão futurística de indicação para o filme ao Oscar nas categorias de Efeitos Visuais e Direção de Arte. ;)


OZ - MÁGICO E PODEROSO
 

Mágico de Oz

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...