SNACK #8: A Porta do Inferno (1989)





Neste snack vou falar de um filme bastante desconhecido. Nunca tinha visto e na verdade nem sabia que existia. Achei ele aleatoriamente enquanto procurava outro filme. Este tal de A Porta do Inferno (Hellgate) é uma produção B de baixíssimo orçamento lançada direto em VHS pela extinta produtora de terror New World (a mesma das sagas A Casa do Espanto e Gritos de Horror). Se eu for comparar o filme com algum mais famoso, imagine a mistura de filmes de 'Cidade Fantasma', com um pouco de slasher movies mais B  (tipo O Massacre da Serra Elétrica 2) e adicione um pouco de magia e elementos trash tipo 'A Casa do Espanto'. Tudo baseado numa lenda urbana de uma pequena cidadezinha mineira e caipira. Reza a lenda que uma pobre moça foi morta quando um grupo de motoqueiros tentaram violentá-la. Amaldiçoada como o resto dos mineiros da cidade, seu fantasma fica preso ao nosso mundo. Com o auxílio de uma estranha pedra mágica, o pai da moça faz um trato: ela usa sua beleza para atrair os viajantes até sua casa e seu pai vinga-se matando eles. É aí que que entram os 4 amigos protagonistas.



Até aí nada muito novo, não é? E realmente não tem mesmo. Mas o legal é a história contada desfragmentada. Dos 4 amigos (são dois casais), o filme começa com 3 deles contando lendas urbanas. Enquanto que um dos rapazes viaja atrasado e se encontra com a tal assombração na estrada. Mas desta vez a moça morta gosta mesmo dele. A fantasia do filme tem 3 segmentos diferentes: a moça morta pelos motoqueiros; o pai da moça morta, que possui uma pedra mágica e os mineiros e velhos habitantes presos à cidade fantasma. O filme tem bastante cenas toscas e algumas bem trash. Os efeitos especiais são do responsável dos efeitos do clássico Hellraiser; inclusive a grande propaganda deste filme é isto. São efeitos bem antiquados, mas que não atrapalham a sessão. Pelo contrário, sempre achei que efeitos ruins em filmes de terror antigos aumentam sua graça. 

Os 4 jovens da trama são bem sem graça e irritantes, você torce para que morram logo. A jovem fantasma também atua muito mal (tem momentos que eu realmente acredito que é uma aparição pálida e fria). Porém, a fantasminha é muita linda, e confesso que iria para as portas do inferno com ela (RSRS). Entre algumas aparições e mortes, o filme é um pouco lento, mas ainda sim é um baita entretenimento para quem gosta daqueles clássicos de terror mais "toscos". Tem algumas sacadinhas interessantes e um pouco de nudez, com é costume nestes filmes. Como eu disse, a aparição é um colírio. Não é um grande filme, mas vale a conferida por quem é mais fã do tipo. Poderá dar algumas risadas, matar a saudade dos tempos de VHS e ainda poder dizer que viu um filme bem raro hoje em dia. Mas se você for homem, lembre-se: se estiver dirigindo à noite e uma bela loirinha de pernas de fora te pedir carona; cuidado. Ela poderá levá-lo às 'portas do inferno'!


Você vai?

Para quem ainda não sabe, nas postagens snack (rápidas) nossa nota é dada por pacotinhos snack. A nota de A Porta do Inferno é:




Direção: William A. Levey


Elenco: Alan Granville, Carel Trichardt, Craig Freimond, Evan J. Klisser, Frank Notard, Joanne Warde, Jonathan Taylor, Kimberleigh Stark, Len Sparrowhawk, Ron Palillo 

Sinopse: Em 1957, pequena comunidade de mineiros é abalada pelo estupro e morte de uma moça. Trinta e dois anos depois, dois rapazes chegam ao lugar para passar o verão e são surpreendidos por um espírito que diz ser a adolescente falecida.





Trailer:























O Vigilante da Noite

4 comentários :

  1. Eu gostei desse filme, tenho ele em vhs. É bem tosco mesmo, igual aos típicos filmes de terror dos anos 80. Mas recomendo muito para quem gosta de filmes trash.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. HAHA, bem isso! Agradeço o comentário. Grande abraço...

      Excluir
    2. Outro bom filme trash é Presentes - 1988, em que um cara com problemas mentais manda para sua antiga amiga de imfância seus estranhos presentes de amor: narizes, orelhas e dedos de suas vítimas, que na verdade eram os amigos dela que ele matou. Já foi exibido no Cine Trash da Band em 1996. É um filme raro e muito desconhecido, mas também tenho em vhs. Boa noite! Parabéns pelo blog!

      Excluir
    3. Este nunca vi, tentarei achar ele. Obrigado pela dica e pela presença :)

      Excluir

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...