Rapidinhas sobre a bilheteria do fim de semana (27/04/14)

Post especial aqui no blog, já que é o meu post de retorno ao MVDC. Feliz!
Isso aí. O Mágico de Oz está de volta.
Mas encerrando o discurso, vamos partir para os pontos altos (e baixos, é claro) do ranking das bilheterias americanas desse fim de semana. 




*A estreia da semana, a comédia para mulheres e feita por mulher, Mulheres ao ataque (The Other Woman) fez bonito e ficou na 1ª posição com $25 milhões. A comédia que traz a estrela Cameron Diaz, além da participação da cantora Nicki Minaj se arriscando como atriz pela primeira vez, ainda teve a façanha de tirar da 1ª posição o filme Capitão América: O Soldado Invernal, que se manteve no topo por três semanas consecutivas, desde a sua estreia.

*O último filme do falecido Paul Walker (estrela da série Velozes e Furiosos) também estreou, mas não teve o mesmo sucesso. Amargou a 5ª posição com $9,5 milhões. 13º Distrito (Brick Mansions) custou $28 milhões e poderá até ter algum lucro, mas não poderá ser classificado como nenhum sucesso.

*Outra estreia desse fim de semana foi o terror The Quiet Ones, tendo um desempenho pior ainda. Apesar de um marketing eficiente que frisou a boa atmosfera assustadora, cenas estranhas (no melhor sentido), o trunfo de ser levemente baseado em fatos reais e até alguma conexão com os clássicos filmes de horror dos estúdios HAMMER, o filme teve que se contentar com a 7ª posição. Baixíssimos $4 milhões.


* * *


*Sucesso* O pequeno filme cristão Heaven is For Real já acumula $52 milhões apenas em sua segunda semana nos cinemas;

*Sucesso* Diferente de outras adaptações recentes de livros que tentaram ser o novo Harry Potter ou Crepúsculo (no que diz respeito ao sucesso nas bilheterias) e falharam feio, Divergente foi bem sucedido. A qualquer momento amanhã, o filme cruzará a marca de $140 milhões só nas bilheterias americanas.

*Fracasso* Poderia ter sido pior, mas também não dá pra considerar bom o desempenho da sequência 300: A ascensão do Império. Saindo de vez dos cinemas no máximo daqui a duas semanas, o filme que custou $110 milhões não passou a marca de $106 milhões.

*Fracasso* Será que não vai aparecer alguém para fazer o favor de dizer para o Arnold Schwarzeneger que ele deve parar de tentar voltar a ser estrela dos filmes de ação que ele foi um dia? Seu mais recente fracasso, Sabotagem, está nos cinemas há 30 dias e já na semana seguinte deve ser limado de todas as salas, encerrando sua jornada nas telonas com a arrecadação vergonhosa de $10,5 milhões.




Mágico de Oz

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...