Crítica: Kite (2014, de Ralph Ziman)



Entre os filmes B e independentes que ansiava ver em 2014, Kite de certa forma me chamava a atenção. Baseado em um polêmico e violento anime, o longa traz uma jovem viciada que busca vingança. Após um interessante trailer, a expectativa aumentou. Mas após assistir ao filme, ficou a sensação de que pus expectativa demais. Não que seja ruim, Kite é um interessante filme alternativo. Mas faltou ousar, faltou um roteiro melhor para não cair em lugares comuns.
No papel principal temos a desconhecida India Eisley, que manda bem tanto em brutalidade quanto em fragilidade. Há cenas de contraste: em um momento a jovem explode cabeças e dá facadas, em outro tem um olhar cheio de lágrimas, querendo sua próxima dose. O policial que a protege é Samuel L. Jackson, numa participação de luxo. O ator está mesmo com tudo ultimamente. Não apenas como protetor da jovem, Samuel L. Jackson faz parte de uma reviravolta da trama. Do ponto de vista visual, Kite tem cenários urbanos caóticos, sujos e deprimentes; contrastando com o vermelho ou rosa da peruca da heroína e do sangue jorrando. O filme tem uma violência acima do que estamos acostumados normalmente, mas também não é nada que você já não tenha visto. Em alguns momentos lembra Lucy, em outros lembra o remake de Dredd - O Juíz.




Kite tem uma protagonista interessante, pela qual torcemos. O visual e o ar obscuro do filme também são interessantes no longa. Mas o filme, em dado momento, carece de um bom roteiro, um roteiro que ousasse mais e levasse o filme a outro patamar. Após o término do longa, fica a sensação de ter visto apenas mais um filme de ação, que tinha um grande potencial, mas não foi usado. Se você é mais exigente, certamente se decepcionará com Kite. Mas se você quer ver um filme B descompromissado, assista-o. Por breves momentos eu curti. Apenas não crie muitas expectativas. E a homenagem a David R. Ellis é merecida. Se você não sabe, Ellis foi o diretor de diversos filmes, como Serpentes a Bordo e Premonição 2 e 4. David R. Ellis morreu enquanto trabalhava em Kite, assim Ralph Ziman assumiu a direção. Irônico é que Kite seria o melhor filme da carreira de Ellis. Por isso vale a olhada e a homenagem.







Direção: Ralph Ziman


Elenco: Callan McAuliffe, India Eisley, Samuel L. Jackson, Carl Beukes, Deon Lotz, Russel Savadier.


Sinopse: Adaptação em live-action do anime Kite. Na trama da animação de 1998, uma jovem vive em um mundo pós-colapso financeiro, onde uma força de segurança corrupta lucra traficando garotas. Quando o pai dela, um policial, é morto por um tira corrupto, ela jura vingança e parte para encontrar o responsável com a ajuda do ex-parceiro do pai.


                                   Trailer:







































Deixe seu comentário:

O Vigilante da Noite

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...