Crítica: Locke (2014, de Steven Knight)



Um filme de uma hora e vinte minutos, onde o tempo todo acompanhamos um homem na direção do seu carro e fazendo ligações. Que chato, não? Na verdade não! Locke é incrivelmente um dos melhores filmes de 2014! Na trama acompanhamos Ivan Locke atrás da direção, enquanto ele tenta lidar com sua paternidade e uma importante entrega na empresa de concretos. O impressionante do filme é a simplicidade da trama, que consegue nos envolver de maneira eletrizante. O filme é um drama, mascarado de suspense. Não há grandes mistérios a resolver. Mas a maneira como os fatos se apresentam e a complexidade dos sentimentos humanos tomam conta; isso tudo é construído como um thriller britânico. Um filme tenso, digno de Hitchcock.
O ator Tom Hardy tem a melhor performance de sua carreira. O astro tem mostrado versatilidade após ser o vilão Bane em Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge e um dos protagonistas na comédia romântica de ação Guerra é Guerra. O ator tem se destacado e aqui mostra seu papel mais maduro. Ele grita, chora e impressiona atrás do volante, em um dos filmes mais sólidos do ano. Os diálogos são extremamente humanos, imperfeitos e emocionantes. A direção de Steven Knight é firme, fria e dinâmica. O ritmo do filme não cai nem por um instante.



Locke trata de questões humanas. Em certos momentos o personagem dialoga com seu pai morto, no qual guarda remorso. Na verdade ele está falando com ele mesmo, onde deixa claro que está tentando não seguir os passos de seu pai. Um filme reflexivo, que fala de responsabilidade, amadurecimento, acertos e falhas. Fala dos ângulos da vida de um homem: seu emprego, sua família e seu legado. Em meio a tantos filmes caros, com ação e efeitos especiais, este aqui é uma pequena pérola. Um filme intenso e eletrizante, que te deixará grudado e ansioso pelo próximo telefonema. Uma obra inteligente, realista e que nos transporta para uma verdadeira 'mise en scène'; incrível. Um filme íntimo, minimalista e de fácil identificação com a vida de qualquer pessoa. Locke é uma obra espetacular que deve ser vista. Palmas!






Direção: Steven Knight


Elenco: Tom Hardy


Sinopse: Ivan Locke (Tom Hardy) trabalhou diligentemente para ter a vida que ele imaginou, dedicando-se ao trabalho que ele ama e a família que ele adora. Na véspera do maior desafio de sua carreira, Ivan recebe um telefonema que põe em movimento uma série de eventos que irá desfiar sua família, trabalho, e alma.


                                  Trailer:













O Vigilante da Noite

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...