Crítica: O Espetacular Homem-Aranha 2 - A Ameaça Electro (2014, de Marc Webber)




O Espetacular Homem-Aranha (2012) foi um filme difícil, primeiro por pegar na concorrência Batman - O Cavaleiro das Trevas Ressurge - último dos novos e geniais filmes do homem-morcego - além de pegar o projeto Os Vingadores. Em segundo lugar, era mesmo tão necessário recomeçar a franquia após a boa trilogia inicial de Sam Raimi, ainda tão recente (2002-2007)? Opiniões à parte, o filme teve o seu lugar, garantindo assim esta continuação. O que dizer de O Espetacular Homem-Aranha 2 - A Ameaça Electro? Mesmo que dividindo a opinião da crítica (50% de aprovação) e arrecadando pouco nos Estados Unidos, o longa somou mais de 900 milhões de dólares mundialmente, além de ser superior ao anterior e divertir muito o público. Mesmo que com uma fórmula já batida, o filme não deixa de surpreender em alguns momentos.
O elenco está bom. Sem fazer comparações com o elenco da trilogia de Raimi, este daqui dá conta do recado. Andrew Garfield segura as pontas como o homem-aranha, sendo um promissor ator da nova geração. Emma Stone é uma de minhas jovens atrizes favoritas, então nem preciso dizer que ela manda bem na pele de Gwen, desempenhando momentos importantes no filme e na história do herói. Jamie Foxx é um grande ator. E mesmo que aqui o seu Electro seja um ser um tanto bobo, o ator surpreende em alguns momentos, misturando comédia e carisma com desequilíbrio e tristeza. Dane DeHaan (do ótimo Poder Sem Limites) é um dos grandes jovens do momento. Ao contrário da maioria da crítica, que achou sua atuação caricata, acho que ele foi uma escolha e tanto para encarnar o novo Duende Verde. Sua perturbação, suas motivações e sua insanidade assustam e seguram cenas interessantes no longa. Além disso, sua antiga amizade com Peter é interessante. A cena de reaproximação deles é simples, mas bonita. Uma amizade ameaçada entre a rivalidade do herói e do vilão. E todos os demais coadjuvantes estão certos nos seus papéis.





As cenas de ação estão eletrizantes e os efeitos especiais grandiosos. É verdade que em certos momentos há uma confusão de imagens, devido a slow motion, correrias, explosões e efeitos coloridos que parecem mais cenas saídas de um game. Mas ao mesmo tempo isto nos remete aos quadrinhos, dando a impressão de fidelidade à obra da HQ. O roteiro é clichê, mas não ofende o público e em certos momentos guarda algumas surpresas. Um dos maiores acertos do blockbuster é ter um forte apelo sentimental, mesmo com toda a ação.O filme apresenta várias personagens dos quadrinhos, como a de Felicity Jones - personagens que serão importantes em filmes futuros. A participação de Rhino é pequena, aparecendo em uma perseguição no início e também na finalização do filme, deixando aberta a possibilidade do próximo projeto: Sexteto Sinistro (união de seis vilões do homem-aranha). Sem falar que ele aparece pouco justamente para Electro e Duende Verde terem seu espaço.


Mesmo que não seja um Vingadores ou Guardiões da Galáxia, O Espetacular Homem-Aranha 2 - A Ameaça de Electro é um ótimo entretenimento Marvel, melhor que o primeiro O Espetacular Homem-Aranha e tão bom quanto Homem-Aranha 3 (ambos perdendo para os dois primeiros filmes do aracnídeo). O filme arrisca em um final ousado e fiel às HQ's, merecendo uma atenção melhor. O diretor Marc Webber pode não ser original, mas está fazendo um trabalho satisfatório ao menos. Nos resta agora esperar o futuro deste querido herói em O Espetacular Homem-Aranha 3 que só sai em 2018. Antes disso, em 2016 veremos o que o Sexteto Sinistro aprontará.






    SPOILERS - se você não viu o filme, pare aqui!

Reservei este último parágrafo para falar do mais importante fato do filme. A morte da amada do homem-aranha, Gwen; foi realmente ousada. Além da fidelidade com os quadrinhos e abrir a porta para Mary Jane, a perda traz amadurecimento ao herói e mostra aos fãs do cinema de fantasia que mesmo diante todas possibilidades, é importante sabermos lidar com a perda. Para o contexto cinematográfico, o triste e forte final (a morte foi limpa, mas bem chocante) não deixa de ser poético, afinal o homem-aranha não é tão espetacular assim e nem ao menos consegue salvar a pessoa amada. O que resta a ele é continuar forte, conviver com suas escolhas e acima de tudo, prosseguir com sua jornada de herói. Uma jornada amada por multidões, mas particularmente solitária.






Direção: Marc Webber

Elenco: Andrew Garfield, Emma Stone, Sally Field, Jamie Foxx, Dane DeHaan, Martin Sheen, Felicity Jones, Chris Cooper, B.J. Novak, Colm Feore, Brian Haley.
Sinopse: Em O Espetacular Homem-Aranha 2, Peter Parker (Andrew Garfield) está com a vida bastante atarefada – entre derrotar bandidos como Homem-Aranha e passar tempo com sua amada, Gwen (Emma Stone) – a formatura do ensino médio parece algo distante. Peter não se esqueceu da promessa que fez ao pai de Gwen, de que a protegeria mantendo-se à distância, mas esta é uma promessa que ele não pode cumprir. As coisas vão mudar para Peter com o surgimento de um novo vilão, Electro (Jamie Foxx), e o retorno de um velho amigo, Harry Osborn (Dane DeHaan). Enquanto isso, Peter descobre novas pistas sobre seu passado.

                                  Trailer:









































































O Vigilante da Noite

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...