SNACK #31: Gatchaman (2014, de Sato Toya) Os super heróis japoneses.




Chegamos a edição número 31 dos Snacks, nossas críticas de opinião breve, uma matéria pequena para você degustar rapidamente. E chegamos de maneira internacional. Gatchaman é uma superprodução japonesa baseada em um cultuado anime chamado Força G, Eagle Riders ou Batalha dos Planetas. O filme oscila muito entre padrões japoneses e hollywoodianos.


Dentre os pontos negativos, a típica comédia oriental que não funciona. Me perdoem, mas filmes vindos do oriente, principalmente Japão e China, muitas vezes apresentam um humor infantil, fraco e forçado. Além de não estar bem colocado dentro do contexto da trama. E aqui não é diferente, tendo momentos cômicos sem sentido. Outro ponto que desfavorece o filme é a típica caracterização japonesa, como algumas voadoras, poderes inexplicados e situações ou falas típica de lá, que dificultam o entendimento do filme. Não estou falando do idioma ou da cultura milenar do Japão, mas dos elementos estereótipos dos seus filmes. Em contraste, o filme tem efeitos especiais dignos de Hollywood, com destruição de cidades, lutas e efeitos visuais bem sucedidos. A fotografia capricha nos cenários belos, nos ambientes brancos e na iluminação colorida com feixes de luz contra a câmera. O filme ainda tem uma trama interessante, envolvendo um triângulo amoroso entre dois heróis e a vilã - com seu trágico desfecho. O grupo de super heróis é um tanto indisciplinado e precisam aprender a trabalhar juntos, seguir ou dar ordens. 'Gatchaman' é uma opção estrangeira interessante, mesmo que com alguns elementos americanos embutidos. Exceto alguns momentos Power Rangers, o filme diverte. E sempre é bom ver algo vindo do outro lado do mundo.






Direção: Sato Toya
Elenco: Ayame Gôriki, Gou Ayano, Ryohei Suzuki, Tatsuomi Hamada, Tori Matsuzaka, Eriko Hatsune, Gorô Kishitani, Gregory Pekar, Ken Mitsuishi, Shido Nakamura.


Sinopse: o cultuado anime - conhecido também como Eagle Riders, Batalha dos Planetas e G-Force - mostra a Terra ameaçada no futuro por uma horda de robôs comandados por Zoltar. O vilão pretende dominar a raça humana e saquear os recursos naturais do nosso planeta para salvar seu mundo agonizante. As esperanças da humanidade concentram-se nos cinco membros do esquadrão especial G-FORCE, que se transformam em super-humanos, equipados com armas e veículos especiais.
                                

                                Trailer:





















Deixe seu comentário:


O Vigilante da Noite

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...