Vincent Price Forever - O Ídolo do Medo.




A 25 de outubro de 1993, as artes cênicas perdiam Vincent Price. Sua voz marcante, porte altivo, e principalmente, seu carisma, legaram uma legião de fãs e amantes do cinema de Horror em todo o mundo. Um homem culto e estilista que se tornou um mito da Sétima Arte, cujo legado jamais será esquecido. Ele atuou em outros gêneros, mas no TERROR que ele se consagrou. Salve VINCENT PRICE!

Por PAULO TELLES
Blog Filmes Antigos Club

Vincent Leonard Price Jr  nasceu a 27 de maio de 1911, em St. Louis, Missouri , o mais jovem dos quatro filhos do Sr. Vincent Leonard Price, presidente da Companhia Nacional de Açúcar, e sua esposa, Marguerite Cobb Wilcox. Seu avô, Vincent Clarence Price, inventou o "cozimento em pó do Dr. Price ", o primeiro creme de tártaro de fermento em pó,  e garantiu a fortuna da família.



Pricer estudou na St. Louis Country Day School . Ele se formou em história da arte em Yale , graduando-se em 1933. Depois de ensinar por um ano, ele entrou na Universidade de Londres , com a intenção de estudar para um mestrado em Belas Artes. Em vez disso, ele foi atraído para o teatro, e sua primeira aparição no palco profissionalmente foi em 1934, mas se solidou de vez em 1935, em Londres, se apresentando com Orson Welles no Mercury Theatre 's. Em 1936, Price apareceu como o príncipe Albert Victor na produção americana de Laurence Housman, Victoria Regina, estrelado por Helen Hayes no papel-título de Rainha Victoria.



Apesar de sua associação duradoura com o gênero do suspense e horror, Price começou como um ator atuando em outros estilos. Ele fez sua estreia no cinema em 1938 com Serviço de Luxo e estabeleceu-se no filme Laura (1944), ao lado de Gene Tierney (1921-1991) , dirigido por Otto Preminger (1905-1986) . Ele também interpretou Joseph Smith no filme Brigham Young (1940) e William Gibbs McAdoo em Wilson (1944), bem como um padre pretensioso em As Chaves do Reino (1944).



Primeiro empreendimento de Price no gênero horror foi em 1939, com a Torre de Londres, estrelado por Boris Karloff (1887-1969) . No ano seguinte, ele interpretou o personagem-título no filme A Volta do Homem Invisível (papel que reprisou em  cameo vocal no final de 1948, com a paródia Abbott e Costello e Costello Encontram Frankenstein ).



Em 1946, Price se reuniu com Gene Tierney novamente em mais dois filmes notáveis, Dragonwyck e Amar foi minha Ruína . Havia também muitos papéis de vilão em  thrillers noir como The Web (1947), The Long Night (1947), Rogues 'Regiment (1948), e Lábios que Escravizam (1949), com Robert Taylor , Ava Gardner, e Charles Laughton . Primeiro papel de protagonista de Price era como o vigarista James Addison Reavis no western de 1950 O Barão do Arizona . Ele também fez uma volta de comédia como o magnata Burnbridge Waters, co-estrelando com Ronald Colman (1891-1958) em Champagne for Caesar , um de seus papéis favoritos. Ele era ativo também no rádio, retratando o combatente do crime Simon Templar em O Santo , que decorreu 1943-1951, personagem levado ao cinema e que já foi retratado por George Sanders, e mais recente por Val Kilmer no cinema, e que também originou um seriado de TV na década de 1960, com Roger Moore.



CONTINUE A LEITURA EM:



Paulo Telles

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...