Oscar 2015: Birdman (2014, de Alejandro González Iñárritu - indicado a 9 Oscar, incluindo Melhor Filme e Melhor Direção)


Birdman é um dos favoritos ao Oscar 2015, com 9 indicações, sendo elas: Melhor Filme, Melhor Direção para Alejandro González Iñárritu, Melhor Roteiro Original, Melhor Ator para Michael Keaton, Melhor Ator Coadjuvante para Edward Norton, Melhor Atriz Coadjuvante para Emma Stone, Melhor Fotografia, Melhor Edição de Som, e Melhor Mixagem de Som. Com todas estas indicações muito merecidas, o filme fala sobre o retrato sujo de se fazer arte, o lado negro de atores decadentes, a necessidade de se manterem vistos, em meio à duros críticos de cinema e papéis que já não ganham mais destaque. Birdman é um daqueles filmes brilhantes que fala sobre cinema. E isso tudo é tratado como uma grande comédia adulta, um filme assumidamente de humor negro.

O elenco está incrível, em papéis desafiadores. Michael Keaton realmente saiu do limbo. Após pequenas participações no novo Robocop e no Need for Speed, ele ressuscita em um papel realmente difícil. Sua indicação ao Oscar é merecida, embora possivelmente acabe não ganhando. Seu personagem ainda quer ser visto como um grande ator, ele quer se desvincular da imagem de super herói que ele já interpretou no cinema. Esta é uma dura crítica aos filmes de super heróis atuais, nos quais muitos atores só ganham destaque neste tipo de filme. Keaton surpreende numa atuação excêntrica, de um homem vazio e destruído pela imagem do "homem-pássaro" que um dia ele já interpretou e agora o persegue. A escolha deste ator foi mais do que especial, visto que seu maior papel no cinema até hoje havia sido o primeiro Batman, de Tim Burton lá em 1989. Irônico, não?



Mas Edward Norton também dá um banho de atuação, um personagem insano e que retrata as personalidades doentias e egocêntricas que podem estar atrás das câmeras. Emma Stone e Naomi Watts também tem atuações de peso e com cenas e diálogos marcantes. Até o gordinho Zach Galifianakis (da trilogia Se Beber Não Case!) tem o seu melhor papel até agora, mais sério e concentrado. O diretor Alejandro González Iñárritu, que veio de filmes de peso como 21 Gramas e Babel traz mais um filme marcante para sua carreira. Sua direção é possivelmente uma das melhores em anos. O filme quase não tem cortes, sendo extremamente bem manipulado com um jogo e enquadramento de câmeras arrebatador. Esta brilhante direção aliada à uma direção de arte e uma fotografia perfeccionistas tornam o filme belo em detalhes.

O roteiro é inteligentíssimo, nos fazendo filosofar não apenas sobre a diferença de filmes de arte e filmes populares, como os de heróis. Não, o filme vai além, questionando a necessidade do ator (e por quê não do ser humano?) de ser visto e reverenciado. Ainda sobra espaço para questionar-se a função do crítico de cinema, que constantemente detona a maior parte dos filmes lançados e tem uma mente bastante fechada, privilegiando um certo tipo específico de filme. O jeito um tanto rancoroso e amargo dos críticos de cinema já é esperado, isso já é clichê. Justamente eles que não gostam do clichê! Novamente irônico, não? O filme deixa a questão: só é crítico quem tem medo de arriscar tudo diante das câmeras?


O final ambíguo é arrebatador, fazendo-nos pensar sobre o que o longa quis falar na verdade. Vou ser sincero e dizer que faltou algo para o filme ganhar o meu dez. Mas certamente é uma das melhores experiências cinematográficas de 2014, isso se você gosta de diálogos irônicos, situações excêntricas e personagens extremamente imperfeitos. Birdman é uma obra de arte, que questiona os bastidores de se fazer a sétima arte e a arte cênica como um todo.


Direção: Alejandro González Iñárritu

Elenco: Michael Keaton, Zach Galifianakis, Edward Norton, Naomi Watts, Emma Stone,Jeremy Shamos, Andrea Riseborough, Katherine O’Sullivan, Damian Young, Keenan Shimizu.

Sinopse: Birdman Ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) é uma comédia de humor negro que conta a história de um ator (Michael Keaton) – famoso por interpretar um icônico super-herói – enquanto ele faz de tudo para montar uma peça na Broadway. Às vésperas da estreia, ele vai lutar com seu ego e tentar recuperar sua família, sua carreira e ele mesmo.

Trailer:





O Vigilante da Noite

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...