Oscar 2015: Invencível (2014, de Angelina Jolie, indicado a 3 Oscar)


Este é o segundo longa dirigido por Angelina Jolie e está sendo indicado em três categorias do Oscar: Melhor Edição de Som, Melhor Mixagem de Som e Melhor Fotografia. As três indicações são merecidas, embora dificilmente saia vitorioso. Apesar do sucesso de bilheteria e destas indicações técnicas no Oscar, Invencível tem sido criticado negativamente como um filme patriota e errôneo, tendo ganhado aprovação de apenas 45% da crítica. Embora realmente seja um tanto patriota, considero o filme bom. Talvez não digno de ganhar Oscar, mas com qualidades suficientes para torná-lo uma boa sessão.

Após dirigir seu primeiro longa chamado Na Terra de Amor e Ódio, Jolie investe pesado em um filme bem produzido. A fotografia aproveita as belas e grandes paisagens. Os efeitos especiais são bons, principalmente os que envolvem os aviões. Figurino, maquiagem, excelente edição de som, tudo é digno de nota. Além de algumas cenas realmente muito bem filmadas, com alguns ângulos de câmera bem executados, como na cena da queda do avião e nas cenas em alto mar. Apesar de realmente ter um certo patriotismo, justifica-se refletindo: qual filme épico de guerra não é? A maioria é! Outro candidato ao Oscar consegue ser mais patriota ainda, o Sniper Americano. A história real deste fala da jornada do italiano criado na américa e vencedor de corrida olímpica, que após ficar semanas em alto mar, é preso por japoneses e fica cativo até a Segunda Guerra Mundial acabar. Devo confessar que o melhor momento do filme é toda a primeira hora, que mostra um pouco da infância, sua corrida olímpica, sua entrada na guerra, a espetacular queda do avião e a dura luta pela sobrevivência por seis semanas em alto mar! Todo este momento é bem dirigido, intenso e com cenas memoráveis. Depois disso o filme cai na mesmice dos dramas de guerra, perdendo um pouco de pontos, mas ainda assim queremos ver até o final.

Jack O’Connell certamente é o ator revelação de 2014. Possivelmente o veremos muito em produções futuras. Nos papéis coadjuvantes temos os inspirados Garrett Hedlund (de Tron: O Legado) e Domhnall Gleeson (o ruivo de Questão de Tempo). Temos ainda Jai Courtney (de Duro de Matar 5) tentando alavancar sua carreira, já que até agora o cara ainda não emplacou no cinema. O jovem elenco manda bem, mas é o protagonista que apropriadamente se destaca. Angelina Jolie fez o filme focado nas estatuetas do Oscar. Quem sabe à uns 5 anos atrás ela conseguisse até mesmo os prêmios de Melhor Filme e Melhor Direção. Até 2010 quando Guerra ao Terror levou os prêmios, este tipo de filme tinha preferência. Mas hoje a tendência é outra e Invencível não será invencível no Oscar. E obviamente a concorrência é forte e há filme melhores, como Boyhood, Birdman e O Grande Hotel Budapeste. Mas não se engane, Invencível é sim um filme emocionante e bem executado. E conferir Angelina Jolie do outro lado câmera é no mínimo interessante para qualquer cinéfilo.



Direção: Angelina Jolie

Elenco:
Jai Courtney, Garrett Hedlund, Domhnall Gleeson, Jack O’Connell, Finn Wittrock, Alex Russell, Spencer Lofranco, Luke Treadaway, John D’Leo.

Sinopse:
a história real de Louis Zamperini (Jack O’Connell), filho de imigrantes italianos e corredor olímpico que é preso e torturado pelos japoneses, durante a Segunda Guerra Mundial. Em 1943, o avião em que estava caiu no Oceano Pacífico por falha mecânica e o soldado sobreviveu seis semanas no mar dentro de um bote. Então ele é resgatado pelos japoneses e mantido preso até o desfecho da guerra.


Trailer:




O Vigilante da Noite

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...