Um breve comentário sobre o Oscar 2015

Birdman
Com bastante atraso venho comentar brevemente sobre o resultado do Oscar 2015. Após ver e escrever sobre grande parte dos indicados, foi com expectativa baixa que assisti à cerimônia deste ano. Apenas na lista de indicações já havia comentado que achei algumas escolhas um quanto estranhas, além de sentir falta de muitas indicações para alguns filmes. Mas enfim, o que achei dos resultados?

Foi uma cerimônia equilibrada e justa, uma das mais justas que vi em muito tempo. Birdman foi o grande campeão, mas dividiu atenção com O Grande Hotel Budapeste e Whiplash. Teve Oscar pra quase todo mundo, saindo como vencedores também os longas Para Sempre Alice, Boyhood, O Jogo de Imitação, A Teoria de Tudo, Interestelar, Ida, Operação Big Hero e Selma.

Confesso que me surpreendi quando Operação Big Hero ganhou o de Melhor Animação, já que Como Treinar o Seu Dragão 2 era o favorito e o que eu torcia realmente. Ficou a impressão de que a Disney sempre irá ganhar o Oscar, que talvez seja comprado. Apesar de desde o início o filme Ida mostrar que ganharia o de Melhor Filme Estrangeiro, torcia muito para o argentino Relatos Selvagens, um dos filmes mais geniais que já tive o prazer de assistir. E se por um lado foi triste ver Uma Aventura Lego não concorrer a Melhor Animação e perder a categoria de Melhor Canção Original, pelo menos o vencedor de Canção Original emocionou a todos, quando a equipe de Selma cantou ao vivo e fez muita gente chorar, com um tema que mostra a luta de igualdade para os negros.

Fiquei imensamente feliz com o prêmio de Efeitos Especiais para Interestelar, assim como o Oscar de Ator Coadjuvante para J.K. Simmons em Whiplash – Em Busca da Perfeição; o prêmio mais justo da noite. Birdman sair como o grande vitorioso foi gratificante, embora que na categoria de Melhor Filme eu torcia para Boyhood, que emociona muito. Mas o prêmio de Melhor Diretor para Alejandro G. Iñárritu em Birdman foi extremamente merecido. Eddie Redmayne arrebentou e emocionou em A Teoria de Tudo, merecendo o prêmio de Melhor Ator. O mesmo vale para a ruiva Julianne Moore como Melhor Atriz em Para Sempre Alice, embora que no fundo eu gostaria de ver Rosamund Pike ter alguma chance pela sua monstruosa atuação em Garota Exemplar.

Basicamente foi isso, em um ano mais justo que nos outros, porém fica a sensação de que faltou algo. Seria a academia do Oscar política demais? Não é irônico que eles odeiem alguns filmes clichês, mas anualmente sua premiação é justamente extremamente clichê e tabelada? Enfim, deixo estas questões para os cinéfilos de plantão refletirem. Um abraço e até o Oscar 2016!


Melhor Filme:

Sniper Americano
Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) – VENCEDOR
Boyhood – Da Infância à Juventude
O Grande Hotel Budapeste
O Jogo da Imitação
Selma
A Teoria de Tudo
Whiplash – Em Busca da Perfeição


Melhor Direção:

Alejandro G. Iñárritu (Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) ) – VENCEDOR
Richard Linklater (Boyhood – Da Infância à Juventude)
Bennett Miller (Foxcatcher – Uma História que Chocou o Mundo)
Wes Anderson (O Grande Hotel Budapeste)
Morten Tyldum (O Jogo da Imitação)


Melhor Ator:

Steve Carrel (Foxcatcher – Uma História que Chocou o Mundo)
Bradley Cooper (Sniper Americano)
Benedict Cumberbatch (O Jogo da Imitação)
Michael Keaton (Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) )
Eddie Redmayne (A Teoria de Tudo) – VENCEDOR


Melhor Atriz:

Marion Cotillard (Dois Dias, Uma Noite)
Felicity Jones (A Teoria de Tudo)
Julianne Moore (Para Sempre Alice) – VENCEDORA
Rosamund Pike (Garota Exemplar)
Reese Witherspoon (Livre)


Melhor Ator Coadjuvante:

Robert Duvall (O Juíz)
Ethan Hawke (Boyhood – Da Infância à Juventude)
Edward Norton (Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) )
Mark Rufallo (Foxcatcher – Uma História que Chocou o Mundo)
J.K. Simmons (Whiplash – Em Busca da Perfeição) – VENCEDOR


Melhor Atriz Coadjuvante:

Patricia Arquette (Boyhood – Da Infância à Juventude) – VENCEDORA
Laura Dern (Livre)
Keira Knightley (O Jogo da Imitação)
Emma Stone (Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) )
Meryl Strepp (Caminhos da Floresta)


Melhor Filme Animado:

Operação Big Hero – VENCEDOR
Os Boxtrolls
Como Treinar o Seu Dragão 2
Song of the Sea
O Conto da Princesa Kaguya


Melhor Documentário:

Citizenfour – VENCEDOR
Finding Vivian Maier
Last Days in Vietnam
The Salt of the Earth
O Sal da Terra


Melhor Documentário de Curta-Metragem:

Crisis Hotline: Veterans Press 1 – VENCEDOR
Joanna
Our Curse
The Reaper (La Parka)
White Earth


Melhor Montagem:

Sniper Americano
Boyhood – Da Infância à Juventude
O Grande Hotel Budapeste
Jogo da Imitação
Whiplash – Em Busca da Perfeição – VENCEDOR


Melhor Canção Original:

“Everything Is Awesome” (Uma Aventura LEGO)
“Glory” (Selma) – VENCEDOR
“Grateful” (Beyond the Lights)
“Lost Stars” (Mesmo Se Nada Der Certo)
“I’m Not Gonna Miss You” (Glen Campbell…I’ll Be Me)

Interestelar
Melhor Design de Produção:

O Grande Hotel Budapeste – VENCEDOR
O Jogo da Imitação
Interestelar
Caminhos da Floresta
Mr. Turner


Melhor Curta-Metragem:
Aya
Boogaloo and Graham
Butter Lamp
Parvaneh
The Phone Call – VENCEDOR


Melhor Curta de Animação:

The Bigger Picture
The Dam Keeper
O Banquete – VENCEDOR
Me and My Moulton
A Single Life


Melhor Edição de Som:

Sniper Americano – VENCEDOR
Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
O Hobbit: A Batalha dos Cinco Exércitos
Interestelar
Invencível


Melhor Mixagem de Som:

Sniper Americano
Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância)
Interestelar
Invencível
Whiplash – Em Busca da Perfeição – VENCEDOR


Melhores Efeitos Visuais:

Capitão América 2: O Soldado Invernal
Planeta dos Macacos: O Confronto
Guardiões da Galáxia
Interestelar – VENCEDOR
X-men: Dias de um Futuro Esquecido


Melhor Fotografia:

Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) – VENCEDOR
O Grande Hotel Budapeste
Ida
Mr. Turner
Invencível


Melhor Figurino:

O Grande Hotel Budapeste – VENCEDOR
Vício Inerente
Caminhos da Floresta
Malévola
Mr. Turner

O Grande Hotel Budapeste
Melhor Filme Estrangeiro:

Ida – VENCEDOR
Leviatã
Tangerines
Timbuktu
Relatos Selvagens


Melhor Trilha Sonora:

O Grande Hotel Budapeste – VENCEDOR
O Jogo da Imitação
Interestelar
Mr. Turner
A Teoria de Tudo


Melhor Roteiro Adaptado:

Sniper Americano
O Jogo da Imitação – VENCEDOR
Vício Inerente
A Teoria de Tudo
Whiplash – Em Busca da Perfeição


Melhor Roteiro Original:

Birdman ou (A Inesperada Virtude da Ignorância) – VENCEDOR
Boyhood – Da Infância à Juventude
Foxcatcher – Uma História que Chocou o Mundo
O Grande Hotel Budapeste
O Abutre


Melhor Maquiagem e Penteado:

Foxcatcher – Uma História que Chocou o Mundo
O Grande Hotel Budapeste – VENCEDOR
Guardiões da Galáxia

Whiplash - Em Busca da Perfeição
E vocês, o que acharam dos resultados do Oscar de 2015?

O Vigilante da Noite

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...