Crítica: As Aventuras de Paddington (2014; de Paul King)

Eu sempre gostei de filmes infanto juvenis com pessoas e personagens animados ao mesmo tempo. Filmes neste estilo sempre são bons e não perdem a graça, é muito raro alguém não gostar de assistir, por exemplo Força G ou Stuart Little, são filmes que agradam todo mundo e não nos cansamos de assisti-los. 


O filme tem um começo estranho e hilário, com um explorador fazendo um documentário para mostrar a sua descoberta. Na selva peruana existe um casal de ursos muito inteligentes que com a ajuda do explorador logo começam a desenvolver a fala. O engraçado que logo após Luzy (a ursa) dizer sua primeira palavra o explorador diz "muito bom, agora fala: paralelepípedo" (toda essa cena do inicio é em preto e branco, para dar mais originalidade). Um tempo depois, o casal de ursos já idosos enfrenta um terremoto e Luzy manda seu sobrinho para Londres, a cidade que o explorador garantiu a ela que todos são sempre bem vindos lá.

Mas quando o ursinho chega lá, percebe que está sozinho e não tem ninguém para ajuda-lo. Seria isso uma crítica ao modo de como as pessoas tratam os imigrantes ao redor do mundo? Mas não estamos falando de pessoas, estamos falando de ursos, quem não iria querer adotar um ursinho de chapéu abandonado numa estação de trem? Bem, parece que os londrinos não querem.



Mas a família Brown acaba acolhendo Peddington, que teve esse nome escolhido pela Sr. Brown, pelo fato da família não saber pronunciar seu nome de urso. Mas a família acaba tendo bastante prejuízo com ele, as atrapalhadas dele são demais. Enquanto ele procura saber mais sobre o explorador, uma taxidermista está a sua procura.



A fotografia utilizada em filmes ingleses são sempre bem estranhas, com ambientes coloridos demais, é tudo bem chamativo e velho, podemos ver isso em Nanny Mcphee. Mas eu gosto bastante desse visual, parece que deixa o filme mais alegre. O trabalho inteiro de Paul King neste filme nos mostra bastante competência e humor, já que ele é especializado em comédia. Os atores também são muito maduros no que fazem, principalmente Nicole Kidman que até fez curso de taxidermia para o papel de vilã.

As Aventuras de Peddington é um filme perfeito em todos os sentidos, mas principalmente por ele ser para todas as idades, eu cresci assistindo filmes como esse, é bem melhor que as crianças assistam animações inteligentes como essa do que A Galinha Pintadinha.




O personagem do Urso Paddington é baseado em um urso de pelúcia solitário, notado pelo autor Michael Bond em uma prateleira de uma loja em Londres, perto da Estação Paddington, na véspera do Natal de 1956. Bond o comprou como um presente para sua esposa, e acabou por inspirá-lo a escrever uma história. O esboço do urso exibido na estação de Paddington foi inspirado em antigos cinejornais mostrando trem-cargas com crianças deixando Londres durante a guerra, com rótulos em torno de seus pescoços e seus bens em pequenas malas.

TRAILER:



Diretor: Paul King

Elenco: Ben Whishaw; Hugh Bonneville; Sally Hawkins; Nicole Kidman; Julie Walters; Peter Capaldi; Jim Broadbent; Samuel Joslin; Matt Lucas.

Sinopse: Paddington foi criado na floresta Peruana pelos tios Pastuzo e Luzy, mas um terremoto acaba separando o trio. Diante disto, o pequeno urso é enviado pela tia para Londres, local onde mora um explorador que visitou o Peru décadas atrás. Paddington faz a viagem clandestinamente e, ao chegar, acaba indo para uma estação de trem. Lá ele conhece a família Brown, que decide ajudá-lo a encontrar o tal explorador. Só que a vida na civilização e entre humanos não é tão simples assim.

Cherry Bomb

Um comentário :

  1. Achei muito devagar a partir da metade. O(s) roteirista(s) parece que não sabia mais o que inventar. Pra ser mais claro: O Paddington chegou na casa da família inglesa, destrói o banheiro por ser atrapalhado, e depois? Não souberam desenvolver. A estória perde a graça. Ele poderia se divertir com a família, conhecer lugares e destruir mais coisas. Escorregar, fazer alguém cair... ser mais engraçado. Nada disso acontece. Ficou enfadonho.

    ResponderExcluir

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...