EVOLUINDO PARA PROCESSOS EFICAZES DE GERAÇÃO DE ENERGIA LIMPA EM MONSTRÓPOLIS

Monstros S.A. (Monsters, Inc., 2001) é a quarta incursão da Pixar Animation Studios — com o suporte da Walt Disney Pictures — na seara do desenho animado de longa metragem em computação gráfica. Localiza a ação no universo paralelo e fantasioso de Monstrópolis, dependente, em termos energéticos, dos gritos de crianças humanas assustadas na calada da noite, durante o sono. A atividade é arriscada, pois os petizes são um risco à saúde dos monstros e à segurança da cidade. Porém, uma garotinha é acidentalmente inserida nesse universo e... A história, em tudo cativante, é marcada pela simplicidade narrativa e pelo arrojado dinamismo da realização. 


Título Original: Monsters, Inc.

Direção: Peter Docter, David Silverman, Lee Unkrich

Produção: Darla K. Anderson

Distribuidora: Pixar Animation Studios, Walt Disney Pictures

País/Ano: EUA — 2001

Elenco: Vozes de John Goodman, Billy Crystal, Mary Gibbs, Steve Buscemi, James Coburn, Jennifer Tilly, Bob Peterson, John Ratzenberger, Frank Oz, Daniel Gerson, Steve Susskind, Bonnie Hunt, Jeff Pidgeon, Samuel Lord Black, Jack Angel, Bob Bergen, Rodger Bumpass, Gino Conforti, Jennifer Darling, Patti Deutsch, Pete Docter, Bobby Edner, Ashley Edner, Paul Eiding, Katie Scarlett, Bill Farmer, Keegan Farrell, Pat Fraley, Teresa Ganzel, Taylor Gifaldi, Marc John Jefferies, Joe Lala, Noah Luke, Sherry Lynn, Danny Mann, Mona Marshall, Mickie McGowan, Laraine Newman, Kay Panabaker, Bret 'Brook' Parker, Phil Proctor, Josh Qualtieri, Guido Quaroni, Jan Rabson, Lisa Raggio, Joe Ranft, Sophia Ranft, Katherine Ringgold, Bob Scott, David Silverman, Jim Thornton, Lee Unkrich e o não creditado Wallace Shawn.

Monstros S.A. é a quarta incursão da Pixar Animation Studios — com o suporte da Walt Disney Pictures — na seara do desenho animado de longa metragem em computação gráfica. Sucede a Toy story (Toy story, 1995), de John Lasseter; Vida de inseto (A bug’s life, 1998), de Lasseter e Andrew Stanton; e Toy story 2 (Toy story 2, 1999), de Lasseter, Ash Brannon e Lee Unkrich. É a primeira produção da companhia a não contar com a participação direta de Lasseter — até então sua principal força criativa — nos esforços de realização. Ao contrário dos trabalhos anteriores, ambientados no mundo real (em termos!) dos insetos, formigueiros e brinquedos, Monstros S.A. tem ação localizada no universo paralelo e fantasioso de Monstrópolis — metrópole habitada por criaturas de todos os formatos, tamanhos e cores —, totalmente dependente de gritos de crianças humanas — assustadas na calada da noite, durante o sono, por profissionais abalizados — para a geração de energia por conta da principal empresa do lugar, a Monsters Incorporated.

A história é simples. Explora o temor infantil às criaturas escondidas nos armários, prontas a atacar tão logo as luzes dos quartos são apagadas. Entretanto a concepção fílmica é das mais arrojadas.

Leia mais em: http://cineugenio.blogspot.com/2013/06/evoluindo-para-processos-eficazes-de.html

J. E. Guimaraes

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...