Nossa homenagem à Christopher Lee, grande lenda do cinema, uma perda imensurável para a sétima arte.


Neste Domingo, 7 de Junho, Christopher Frank Carandini Lee (ou apenas Christopher Lee para os cinéfilos) faleceu devido insuficiência cardíaca e respiratória, complicações dos seus 93 anos. Este era um dos grandes, um "dinossauro", um "monstro" do cinema, que certamente fará muita falta. Veja algumas curiosidades sobre ele e veja alguns dos seus trabalhos.

Poucos tem um currículo como o dele. Foram mais de 250 filmes e participações em produções para a TV. Se tornando uma figura célebre, nerd e versátil, interpretou inúmeros papéis marcantes, na maioria das vezes como vilão. Um dos maiores intérpretes de vilões que já pisou neste planeta. Iniciou a carreira nos anos 40 e de lá para cá fez incontáveis trabalhos.

Participou de inúmeros filmes de terror clássicos, como os antigos filmes de A Múmia, Frankenstein e o mais marcante deles: Drácula. O ator foi o melhor Drácula que o cinema já viu, em mais de 10 filmes intocáveis.



Foi o vilão Scaramanga em 007 - Contra o Homem com a Pistola de Ouro, de 1974. Lee era primo de Ian Fleming, escritor que criou James Bond.


Em anos recentes ele interpretou o mago Saruman nas trilogias de O Senhor dos Anéis e O Hobbit.



Mas além das produções épicas, ele também participou nas ficções científicas, sendo o Conde Dooku (ou Dookan) da trilogia recente de Star Wars.


Dono de uma poderosa voz, dublou diversas personagens em animações, como A Noiva Cadáver (participou de vários filmes de Tim Burton), dentre outros. Também dublou diversos games. Com uma voz imponente e apaixonado desde sempre por heavy metal, fundou e foi vocal de uma banda de rock progressivo, a Charlemagne.

De personalidade forte, atitude e otimismo, não gostava de ser lembrado como vilão:

"Por favor, não me descrevam como uma lenda do horror. Já deixei isso para trás."



Foi um verdadeiro cavaleiro inglês:

Durante a Segunda Guerra Mundial, Lee lutou contra os nazistas quando serviu como voluntário no serviço de inteligência da Força Aérea Real Britânica. Christopher Lee também foi voluntário em apoio ao exército finlandês durante a Guerra de Inverno contra a União Soviética, entre os anos 1939 e 1940.

Em 2001, Christopher Lee foi nomeado Comandante da Ordem do Império Britânico por seus serviços como ator. Em 2009, foi nomeado Cavaleiro por seus serviços como ator e filantropo.

Em 2011, ao receber um prêmio pelo conjunto da obra no Bafta, considerado o Oscar britânico, declarou que jamais se aposentaria.

"Eu fiz parte do Serviço Aéreo Especial [SAS, na sigla original], mas nós somos proibidos – seja no passado, no presente ou no futuro – de falar sobre quaisquer operações específicas. Vamos dizer apenas que eu estava nas Forças Especiais e deixar por isso mesmo", disse ele.

Esta foi nossa homenagem e adeus a um ser brilhante, que ficará marcado para sempre no cinema, nas histórias de fantasia e terror. Mas acima de tudo, no coração dos cinéfilos. Perdemos mais um dos grandes mestres, daqueles que fará falta.



Veja parte de toda sua carreira em:
http://filmow.com/christopher-lee-i-a1007/

Fontes da matéria:
http://g1.globo.com/pop-arte/cinema/noticia/2015/06/christopher-lee-lendario-ator-britanico-morre-aos-93-anos.html

http://www.deadly-movies.com.br/2015/06/christopher-lee-1922-2015-de-dracula-da.html


O Vigilante da Noite

2 comentários :

  1. Sir Christopher Lee foi e sempre será um talento acima de todos os outros. Não há quem se compare a seu Drácula, sua Múmia e Saruman, nem quem tenha tanto conhecimento e força de vontade para gravar álbuns de Heavy Metal mesmo tendo mais de 90 anos. Sua brilhante carreira é incomparável e sua perda, irreparável.

    Diego Cryptkeeper (http://www.deadly-movies.com.br/).

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Certamente fará imensa falta. Obrigado pelas palavras meu amigo. continue compartilhando com o mundo filmes clássicos como os deste talento aqui.

      Excluir

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...