SNACK #38: Caçada ao Presidente (2015, de Jalmari Helander)




Foi lançado direto nas locadoras aqui no Brasil o filme Caçada ao Presidente. Na trama, um garoto de 13 anos Oskari (Onni Tommila) precisa passar por uma tradição familiar para testar sua hombridade, para isso ele deve ficar um dia e uma noite sozinho em uma vasta floresta local. Armado apenas com arco e flecha, ele deve trazer de volta alguma caça para provar que é digno. Porém, os planos do garoto mudam após a queda de um avião na floresta. Logo ele encontra com Alan Moore (Samuel L. Jackson) presidente dos EUA, que sobreviveu ao ataque de terroristas, graças a uma cápsula ejetora. Agora juntos a dupla improvável deverá sobreviver na floresta e a perseguição de terroristas que querem matar o presidente.


Sem muita enrolação, esta produção é o típico produto que possui o único propósito de entreter. Não tem como levá-lo a sério em nenhum momento. Os personagens são rasos e caricatos, a situação em si é ridícula e o resultado final é bem mediano. O arco do garoto Oskari até que em um primeiro momento é interessante, mas, depois que ele se junta com o personagem de Samuel L. Jackson a produção segue um caminho clichê e previsível. Uma coisa que devo ressaltar é o fato de me sentir um pouco enganado, pois, pelo trailer achei que o garoto seria tipo um Rambo mirim que quebraria a cara de todo mundo, mas não é bem assim que acontece. Os personagens não são interessantes e carismáticos o bastante para nos simpatizarmos com eles. Os vilões são uma piada a parte de tão estúpidos que estão, em nenhum momento eles convencem o público que são terroristas, até pelo fato de não conseguirem matar um presidente besta e uma criança.




Os efeitos especiais estão até bons, mas, nada de muito incrível. O que faz a qualidade do longa cair bastante são as várias cenas mal dirigidas, principalmente as cenas de ação, que não empolga o espectador de tão ruins. A comédia presente no longa não tem graça, não consegui rir em nenhuma cena.
Algumas sequências que poderiam ficar excelentes se fossem melhores conduzidas como por exemplo a cena em que os personagens Oskari e Alan ficam em um freezer pendurado por um helicóptero e a cena final que acontece em um avião submerso, mas, infelizmente o resultado final é bem fraco e decepcionante. Enfim, para quem procura filmes de entretenimento passageiro e de qualidade mediana esse filme é perfeito, nada nele surpreende. As atuações são ruins, a ação é mal dirigida e o roteiro nos traz situações absurdas que não podem ser levadas a sério, além de não trazer nada de original. Não recomendo.



Título Original: Big Game

Direção: Jalmari Helander

Elenco: Samuel L. Jackson, Onni Tommila, Ray Stevenson, Victor Garber, Mehmet Kurtulus, Ted Levine, Jorma Tommila, Risto Salmi, Felicity Huffman, Jim Broadbent, Rauno Juvonen, Jaymes Butler.


Trailer:



Mais imagens:







Jackson Willian

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...