Crítica: Roubando Vidas (2004, de D. J. Caruso)


Que Angelina Jolie só faz filmaços todo mundo já sabe. A diretora, produtora, dubladora, roteirista, ativista humanitária americana e atriz, atua desde 1982, estrelando 'Looking to Get Out (1982)' e prova que tem talento no ofício! Porém, ressalto aqui que dos 3 filmes que ela dirigiu e que eu conheço, 1 eu adorei, que foi o 'Invencível' e outros 2 não me agradaram. São eles 'Na Terra de Amor e Ódio' e 'À Beira-Mar'.


A história acompanha Illeana Scott, agente do FBI que é especialista em desvendar enigmas dos assassinos mais frios e inatingíveis. Seus métodos não-convencionais são seu diferencial, pois acredita que técnicas comuns para decifrar mentes de psicopatas não é o bastante. Esse comportamento é geralmente a única forma viável que os policiais têm para capturar os assassinos. Neste meio tempo, os detetives Paquette e Duval, de Montreal, investigam uma morte e decidem aceitar que Illeana use de suas habilidades para descobrir pistas. A única testemunha do caso é James Costa, rapaz que presenciou o crime de longe e diz que o criminoso é uma espécie de camaleão, pois assume a identidade de suas vítimas. A partir daí, a pressão aumenta, afinal, James é possivelmente a próxima vítima e devido aos métodos ortodoxos da agente Scott, ocorre certa distanciação entre ela e os detetives. Por ser sempre determinada no que faz, Illeana tem certo afeto pelo trabalho, o que a torna insensata. No entanto, tudo muda quando ela acidentalmente se apaixona por James, começando a duvidar de seus instintos.


Temos aqui atores de peso, que interpretaram perfeitamente seus papéis, destaque para a bela Angelina, que brilha na pele de Illeana. Ela retorna em mais um suspense do tema, após o interessante 'O Colecionador de Ossos'. Ethan Hawke tenta se esforçar, mas fica devendo, ao ser caricato. Faltou mais empenho. Enfatizo também a atuação de Kiefer Sutherland, eterno Jack Bauer, de '24 Horas' e aqui, um dos principais suspeitos. Graças a ele, temos uma arrepiante cena de perseguição policial! O diretor merece palmas, pois todos os seus outros longas, 'Eu Sou o Número Quatro', 'Paranóia', 'Controle Absoluto' foram filmes de ação fantásticos que eu também curti muito!


Com mais prós do que contras, admito que não esperava tanto dele, mas fiquei vislumbrado! Levei apenas um susto e fiquei boquiaberto no final. Nossa, aquela cena é eletrizante. Sabe quando você não acredita que tal coisa possa acontecer, aí os eventos viram do avesso? Foi o que aconteceu comigo neste filme, uma reviravolta total. Dessa forma, ele entrou para a lista de suspenses mais inteligentes que já conferi. Recomendo a todos! Contudo, só deixo o aviso: assista prestando atenção nos mínimos detalhes, pois nada é o que parece.


Nota: 9

Direção: D. J. Caruso

Elenco: Angelina Jolie, Ethan Hawke, Olivier Martinez, Kiefer Sutherland, Gena Rowlands, Tchéky Karyo, Jean-Hughes Anglade, Paul Dano, Justin Chatwin, André Lacoste, Marie-Josée Croze.

Sinopse:A agente especial do FBI Illeana Scott é perita em perfil criminal e não crê nas técnicas tradicionais para decifrar uma mente assassina. Sua abordagem não-convencional é muitas vezes o único meio de descobrir a identidade dos assassinos, para que a polícia os capture. Paquette e Duval são detetives de Montreal que investigam uma morte e se vêem obrigados em aceitá-la para entrar na mente de um assassino. Scott entra no caso e pressupõe que criminoso é um "rouba-vidas", isto é, assume a identidade das vítimas. À medida que aumenta a pressão para a captura do assassino, os métodos nada ortodoxos de Scott a distanciam de Paquette e Duval. Seu comportamento aparentemente frio esconde uma intensa paixão pelo trabalho, mas quando uma atração inesperada a lança num envolvimento amoroso a renomada especialista começa a duvidar de seus instintos.

Trailer:

Mais algumas imagens do filme:


Gostou? Não curtiu? Deixe seu comentário!

Eduardo Ben

Sou um jovem que curte bastante cinema, inglês, ler e jogar de vez em quando.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...