Crítica: Caçadores de Emoção - Além do Limite (2016, de Ericson Core)


Lançado por aqui no início deste ano, 'Caçadores de Emoção - Além do Limite' é o remake do longa de ação com Keanu Reeves e Patrick Swayze. Pelo trailer, infelizmente a primeira impressão foi de que não iria chegar aos pés do clássico. Nisto, posso dizer que sim, ele falhou. Por outro lado, fui ver ele sem comparar tanto com o original, afinal já imaginava que se fosse por esse lado, acabaria me frustrando. É só pegar o exemplo de 'O Espetacular Homem-Aranha', de Marc Webb. Quantos foram conferir sem lembrar da trilogia original de Sam Raimi, hein? Para aqueles que pensavam que ele seria o suposto 4º filme do super-herói, erramos feio. Se trata sim de um reboot e foi o que aconteceu com 'Caçadores de Emoção'.


Na trama, acompanhamos a trajetória de Utah (Luke Bracey), agente do FBI que é escalado para se infiltrar em meio a atletas de esportes radicais, suspeitos de cometerem uma série de roubos nunca vistos até então. Com o disfarçe perfeito e sua vida em perigo, ele tenta provar a todo custo que a equipe foi a mente por trás desses crimes bem planejados. Não demora muito para que ele conquiste a confiança do grupo, especialmente do líder, Bodhi (Edgar Ramírez), estando ciente de que terá que lidar com as consequências caso descubram a verdade.



Temos um elenco que conta com astros admissíveis. Destaque para a bela Teresa Palmer, de 'A Escolha', 'Eu Sou O Número Quatro', 'Meu Namorado É Um Zumbi' e que em breve estará em 'Quando As Luzes Se Apagam', promissor terror de James Wan. Ela incorpora Samsara, mulher que ao se apaixonar por Utah, não imagina que ele é um agente infiltrado e tudo aquilo não passa de uma missão; a atriz entregou toda a beleza e sensualidade ao incorporá-la. Outro personagem que também gostei foi o de Edgar Ramírez, de 'O Ultimato Bourne', 'Fúria De Titãs 2', Livrai-nos Do Mal', 'Joy - O Nome Do Sucesso' e logo será visto em 'A Garota No Trem'. Seu personagem até que me convenceu, não ficou devendo muito. O único cujo papel esperava mais foi Luke Bracey, de 'November Man - Um Espião Nunca Morre', 'G.I. Joe - Retaliação' e 'O Melhor De Mim'. Quero dizer, sua performance não foi ruim, mas também não foi espetacular, sabe? Realmente deixou a desejar em alguns momentos.



Temos um roteiro considerável, do 1º ao 3º ato somos envolvidos nas cenas de ação, que por sinal são muitas. Algumas partes inclusive desafiam a lógica do espectador, que sente altos arrepios. Dou ênfase no fato de que o conferi sem comparar muito com o original, porque já imaginava que eles mudariam muita coisa. Assim como 'Carrie, A Estranha', feita em 2013 nunca será igual ao clássico de Brian de Palma, esta refilmagem não é exceção. Com duração de quase 2 horas, um ponto forte que o diretor também acertou foi a trilha sonora; com faixas do compositor Tom Holkenborg, somos transportados para aquele universo incrível! Eu em particular curti bastante as músicas eletrizantes do filme! Ademais, o diretor também nos entregou várias cenas surreais, com um jogo de câmeras sensacional e cenários deslumbrantes. Portanto, aconselho que você o assista sem esperar que seja igual ao clássico, porque isso certamente não é. Desligue seu cérebro e confira-o como um filme totalmente novo, pois não me lembrou tanto assim o clássico de 1991. Recomendado pra quem adora uma boa ação com doses de adrenalina!



Nota: 9

Título Original: Point Break

Direção: Ericson Core

Elenco: Edgar Ramírez, Luke Bracey, Teresa Palmer, Delroy Lindo, Max Thieriot, Ray Winstone, Bob Burnquist, Bojesse Christopher, Brett Rosenberg, Clemens Schick, Francesco Martino, Gerard Monaco, Glynis Barber, James Le Gros, Jaymes Butler, Jeb Corliss, Jeff Burrell, Judah Lewis, Laird John Hamilton, Matias Varela, Mouloud Achour, Nicolai Kinski, Numan Acar, Sal Masekela, Steve Aoki, Steve Toussaint, Tobias Santelmann.


Trailer:

As melhores músicas do filme:



Mais imagens do filme:


E aí, curtiu? Não gostou? Deixe em seu comentário!

Eduardo Ben

Sou um jovem que curte bastante cinema, inglês, ler e jogar de vez em quando.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...