Crítica: A Praia (2000, de Danny Boyle)


Danny Boyle é o "cara"! Antes de 'Extermínio', 'Quem Quer Ser Um Milionário?', '127 Horas' e 'Em Transe', ele dirige 'A Praia', clássico suspense de 1999 que conta com um Leonardo DiCaprio 16 anos mais jovem. A história é boa, apesar de não ser o melhor filme que o ator já fez, não é de se jogar fora.




A trama acompanha a vida de Richard (DiCaprio), que conhece Françoise (Virgine Ldoyen) e Étinenne (Guillaume Canet), um casal de franceses em um hotel barato de Bangcoc. Ele também encontra Patolino (Robert Carlyle), um viajante mais velho drogado que foi marcado por anos de sol. De forma paranóica, Patolino conta a Richard a improvável história de uma ilha secreta, a praia perfeita que é o paraíso na Terra sem a presença de turistas. No dia seguinte Richard encontra um mapa desenhado a mão da ilha descrita por Patolino preso na sua porta; ele vê nisto algo diferente, pois não pretende fazer a mesma coisa que todos os turistas. Assim, Richard vai procurar Patolino e descobre que ele cometeu suicídio ao cortar seus pulsos. Ele convence Françoise e Etienne a se juntarem a ele em uma viagem seguindo o mapa de Patolino. Para ir até "a praia", eles arriscam suas vidas ao nadarem em mar aberto de uma ilha à outra, se arrastando e correndo de guardas armados, que vigiam uma plantação secreta de maconha que os perseguem. Ao pular de uma cachoeira, eles chegam ao sonhado destino, mas encontram uma pequena comunidade de viajantes, que assim como eles, também encontraram "a praia" e vivem em segredo. Eles recebem as boas-vingas do grupo e esta parte da ilha paradisíaca se torna a casa deles, deixando para trás o mundo que conheciam. Todavia, na realidade este céu na Terra não é tão perfeito: conflitos pessoais e ciúmes se iniciam, criando uma violenta rivalidade e trágicos eventos dividem a comunidade. Totalmente isolado e transtornado, Richard não sabe mais o que fazer, pois o sonho se tornou um pesadelo o paraíso virou um inferno, literalmente. Agora, sua única meta é partir. Mas a fuga não será fácil, pois "a praia" é um lugar secreto, que alguns o defenderão até a morte.



O elenco que temos no filme diria que foi bem escolhido. Os rostos bem conhecidos são do talentoso Leonardo DiCaprio, de 'O Regresso', 'Titanic', 'Diamante de Sangue', 'Os Infiltrados', 'Foi Apenas Um Sonho' e 'O Lobo de Wall Street'. Tilda Swinton, de 'As Crônicas de Nárnia - O Leão, A Feiticeira e o Guarda-roupa'. No geral diria que todos atuaram de forma conveniente, sem cansar tanto o espectador. Com quase 2 horas de projeção meio trabalhosas, o longa é repleto de tensão da metade até o final e mostra o princípio de que "toda ação tem uma consequência; ninguém sai impune". Desse modo, os eventos que se sucedem após a descoberta da ilha pelos três jovens são insanos. Em determinada parte, o público chega a ficar um pouco intrincado com a viagem que o filme traz por conta do roteiro, que infelizmente teve falhas, com relação ao segundo ato (meio). Um ponto negativo que achei foram algumas cenas desnecessárias. Elas forçaram a barra e sinceramente não serviram pra nada; dadas as circunstâncias, a sua alta censura se deu por conta disso também. Ademais, quando o tenso desfecho chega, o filme termina de maneira passável. Tudo o que o DiCaprio foi obrigado a passar nas mãos daquela estranha comunidade contribuiu para a atmosfera pesada que a película apresentou.



Por fim, apesar de alguns erros, indico ele para fãs do gênero e que curtem um boa aventura! Admito que embora ele não tenha sido perfeito a ponto de eu dizer: "minha nossa, que filme excelente, é o melhor que o DiCaprio já atuou", vale a pena o entretenimento. O destaque que o salvou de ser ruim foi a excelente fotografia e a trilha sonora, que inclui faixas super atrativas. Fica a indicação para o seu domingo. Aconselho também que você assista de cabeça fria, sem se preocupar com os defeitos presentes nas cenas.

Nota: 7,5

Direção: Danny Boyle

Elenco: Leonardo DiCaprio, Abhijati Jusakul, Andrew Carmichael, Bindu De Stoppani, Daniel Caltagirone, Daniel York, Elizabeth Thomas, Guillaume Canet, Gunilla Karlson, Heléne de Fougerolles, Irmelin DiCaprio, Isabella Seibertm, Larz Arent-Hansen, Paterson Joseph, Robert Carlyle, Saskia Mulder, Tilda Swinton, Victoria Smurfit, Virginie Ledoyen.


Trailer:

Mais imagens do filme:





E aí, o que achou? Deixa seu comentário!



Eduardo Ben

Sou um jovem que curte bastante cinema, inglês, ler e jogar de vez em quando.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...