Crítica: Sangue e Chocolate (2007, de Katja Von Garnier)


Hoje em dia, o que não faltam são adaptações de livros para as telas, né? 'Sangue e Chocolate' é prova disto: baseado no livro de Annette Curtis Klause, ele é o típico filme dentre centenas que possivelmente vai te enganar pelo título, mas não se preocupe. Outros, só de olhar o pôster vão supor: "Ah, é de terror ou tem vampiro, então não vou ver". É aí que se enganam. À vista disso, só digo uma coisa: "não julgue um filme pelo nome". Acredite se quiser, o filme é sim, muito bom e deixa 'Crepúsculo' no chinelo. Embora acho que não convém muito comparar ambos, não entendamos que ele é um filme de terror, porque passou longe.


Com início nas belas montanhas do Colorado, acompanhamos a jovem Vivian (Agnes Bruckner), que aos 10 anos, presenciou o assassinato de sua família por um bando de homens raivosos. Entretanto, o real motivo deles era um segredo que sua família carregava no sangue: eles eram lobisomens. Vivian por sorte consegue escapar correndo para a floresta e lá se transforma em lobo. Já adulta, ela vive em Bucareste, Romênia, onde trabalha em uma loja de chocolates (daí subentende-se o título). De noite, ela cruza os clubes subterrâneos da cidade, lidando com os ataques rebeldes de seu primo Rafe (Bryan Dick) e sua gangue de maldosos, intitulada "Os Cinco". Um dia ela conhece Aiden Galvin (Hugh Dancy), artista que está à procura de artes antigas e está interessado em particular no mito dos "loup garoux", supostas pessoas que tem a habilidade de se transformar a qualquer hora tanto em forma humana quanto lupina. Porém, Aiden não imaginava que a lenda que o atrai é bem real e está mais próxima dele do que imagina.


Temos aqui um elenco aprazível, com atores bem conhecidos, como Agnes Bruckner, de 'The Returned' e 'Once Upon A Time (4ª Temporada)', Hugh Dancy, de 'Uma Garota Encantada' e 'Hannibal', além de Olivier Martinez, de 'Roubando Vidas' e 'Maré Negra'. Os três foram os melhores destaques que interpretaram os personagens Vivian, Aiden e Gabriel. Com a Romênia de pano de fundo, o cenário também é fantástico e na minha opinião, a história teve um bom desenvolvimento. Você é cativado por aquele universo e fica interessado em acompanhar até o desfecho!




Confesso que eu esperava uma fantasia bem ordinária, mas me surpreendi! Recomendo ele para quem curte ver filmes baseados em livros! Inclusive indiquei para vários amigos meus e ele dividiu opiniões: enquanto alguns amaram, outros odiaram. Claro, não é o melhor de todos, mas também não perda de tempo, posso garantir. Portanto, esqueça tudo o que você pensa que sabe sobre lobos. Desligue seu cérebro ao conferi-lo. Apesar de alguns clichês reles, ele não decepciona. É um bom filme pipoca!



Nota: 8

Direção: Katja Von Garnier

Elenco: Agnes Bruckner, Anatole Taubman, Bryan Dick, Chris Geere, Hugh Dancy, Jasmin Tabatabai, Kata Dobó, Katja Riemann, Maria Dinulescu, Mihai Dinvale, Olivier Martinez, Pete Lee-Wilson, Raluca Aprodu, Tudor Istodor.


Trailer:

Mais imagens do filme:

Algumas das melhores faixas da trilha sonora:





E aí, curtiu? Não gostou? Deixe seu comentário!

Eduardo Ben

Sou um jovem que curte bastante cinema, inglês, ler e jogar de vez em quando.

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...