Crítica: Aliados (2017, de Robert Zemeckis)

Aliados é um filme que não tem gênero definido, ele flerta o tempo todo com o romance e o suspense, ambos mal construídos e tenta se vender como um suspense de ação, mas na verdade, acaba que não conseguindo um bom resultado em nenhum desses aspectos.

Robert Zemeckis (Forrest Gump: O Contador de Histórias, O Voo) é um bom diretor e consegue dar sua cara para o filme, ele faz uma boa sequência de ação, bem filmada e com planos ótimos, mas não consegue, nem de longe, salvar a catástrofe que o filme é.



Um dos grandes problemas do filme é o roteiro do Steven Knight (O Dono do Jogo, O Sétimo Filho) que não consegue dar profundidade a absolutamente nada. Todo o romance é extremamente mal construído no primeiro ato do filme, que é muito arrastado e sonolento, quando o filme parte para a "virada de roteiro" continua morno, por mais que Marion se esforce para dar camadas a sua personagem, o roteiro boicota a atriz o tempo todo.

O ritmo do filme é extremamente lento, na primeira hora de filme, a possibilidade de você permanecer acordado é quase nula, além disso, o filme não consegue criar o clímax necessário para que o suspense da metade para o final do filme aconteça. Uma que não conseguimos criar vínculo com os personagens, outra que quando chega no final, não nos importamos mais se Marianne Beausejour é ou não uma espiã.



Embora tenha uma soma infinita de defeitos, Aliados possui algumas qualidades. A cena final é ótima, a trilha sonora também é, o figurino é milimetricamente bem escolhido e Marion Cotillard nos entrega uma bela performance.

Brad Pitt está mais canastrão que de costume, ele não consegue passar emoção nenhuma em cena, seu personagem tem apenas uma expressão e isso incomoda profundamente. Pitt falhou miseravelmente na construção de Max Vatan. Por outro lado, Marion Cotillard tenta dar profundidade a sua personagem, que acaba sendo interessante, desde a primeira cena até a última, Marianne nos prende na tela com seus mistérios e nos brinda com uma cena final digna das premiações.



Por mais que tenha uma cena final ótima, Aliados acaba sendo um filme superficial, esquecível e mal escrito.





Título Original: Allied


Direção: Robert Zemeckis

Elenco: Brad Pitt, Marion Cottillard, Jared Harris, Lizzy Caplan, August Diehl, Anton Lesser, Matthew Goode, Camille Cottin, Charlotte Hope e Marion Bailey.

Sinopse: Em missão para eliminar um embaixador nazista, em Casablanca (Marrocos), os espiões Max Vatan (Brad Pitt) e Marianne Beausejour (Marion Cotillard) acabam se apaixonando perdidamente e decidem se casar. Os problemas só começam a aparecer anos depois, quando suspeitam sobre uma conexão entre Marianne e os alemães. Intrigado, Max decide investigar o passado da companheira e os dias de felicidade do casal vão de diluindo.

Trailer:



Deixe seu comentário:


Yago Tanaka

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...