Crítica: 13 Reasons Why - 1ª Temporada (Brian Yorkey, 2017)


13 Reasons Why (Os 13 Porquês) é a mais nova série dramática da Netflix, baseada no romance Thirteen Reasons Why escrito por Jay Asher (O Futuro de Nós Dois). É uma série que aborda assuntos importantes, como suicídio, machismo, depressão, bullying, aceitação, abusos, dificuldades da vida em meios sociais, virtuais, e acima de tudo, jovens também podem ter problemas.

A trama gira em torno do adolescente Clay (Dylan Minnette), que recebe um pacote com várias fitas cassetes gravadas por Hannah Baker (Katherine Langford), menina por quem ele era apaixonado e que cometeu suicídio recentemente. Nelas, a jovem lista os 13 motivos que a levaram a interromper sua vida.


A história começa ótima, tem uma construção boa entre a relação de Clay e Hannah, sendo na maior parte da série a trama principal e o “play” pros outros arcos. Com as fitas, a história passa a ter muitos flashbacks, e eles são realmente bons, a troca entre o presente momento e o passado é fantástica. Há trocas de tons na fotografia, nos flashbacks os tons são quentes, vivos, no presente momento, frios. É fácil se apegar a série, seja pela história ou por uma quebra de 4ª parede rica em detalhes.

Mas, infelizmente estamos falando de uma série baseada em um livro de 250 páginas, e apesar de algumas produções terem sucesso nisso, errar é muito fácil. A série cai de qualidade em sua história. Boa parte dos episódios segue a mesma fórmula, não inova. As tentativas de dar profundidade a arcos secundários acabam sendo falhas, e podem se arrastar. Gatilhos começam a ser usados, como por exemplo, o episódio ter seu seguimento normal, e apenas nos momentos finais acontecer algo instigante. Felizmente, a qualidade permanece boa, e ao decorrer da série esses problemas são sanados, mas a série não é sobre revelar histórias, e sim, sobre o impacto que elas têm, e nisso 13 Reasons Why é impecável.


Como já falado, a trama é narrada por Hannah contando os porquês de ter se matado, e eles – absolutamente – não são pra qualquer um. É uma história – no geral – que fala sobre o peso das nossas ações na vida de outras pessoas. Faz-nos refletir em inúmeros momentos, seja pelos assuntos mostrados como realmente são – a dureza dos impactos causados – ou o quão não damos importância a eles no nosso dia a dia. É uma série que fala sobre vida, que jovens realmente tem dificuldades, seja na escola, seja em casa, seja em qualquer lugar. Mostra o quão podemos não dar valor ao que temos, e ao meio em que vivemos. O quão podemos tratar mal as pessoas, e que às vezes não damos a mínima para as mesmas, chegando ao ponto de julgá-las, sem saber o que estão vivendo. É uma série que fala sobre impactos, seja feitos pelos meios ou por nós mesmos.

O elenco faz um ótimo trabalho, mas o destaque fica para Katherine Langford (Daughter), que passa todos seus conflitos, angústias, emoções, por meio de gestos e olhares, deixando claras todas as sensações e desconfortos que a personagem sente. O protagonista Dylan Minnette (O Homem nas Trevas, Goosebumps: Monstros e Arrepios) faz um ótimo papel, trazendo à tona toda confusão e angústia que seu personagem carrega. E Kate Walsh (Grey’s Anatomy, Bad Judge), que dá um show, transmitindo toda a dor de uma mãe que perdeu a filha, dando emoção tanto para a história, como para o público.


13 Reasons Why entretém, mas que ainda vai além disso, traz pautas que são de extrema importância na sociedade, direcionada tanto a jovens, quanto para o público mais velho. Uma obra importante, emocionante, que ensina e que apesar dos erros, é muito boa. Recomendada a todos. 


Título Nacional: Os 13 Porquês

Criador: Brian Yorkey

Elenco: Dylan Minnette, Katherine Langford, Kate Walsh, Miles Heizer, Ross Butler, Alisha Boe, Justin Prentice, Derek Luke, Brian d'Arcy James, Devin Druid, Christian Navarro, Amy Hargreaves, Bradon Flynn

Sinopse: Uma caixa de sapatos é enviada para Clay (Dylan Minnette) por Hannah (Katheriine Langford), sua amiga e paixão platônica secreta de escola. O jovem se surpreende ao ver o remetente, pois Hannah fora acabou de se suicidar. Dentro da caixa, há várias fitas cassete, onde a jovem lista os 13 motivos que a levaram a interromper sua vida - além de instruções para elas serem passadas entre os demais envolvidos



Trailer:


Vinícius Dellvale

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...