Mulher-Maravilha - Saiba o que os Críticos Estão Dizendo


Com os famigerados tomates podres do Rotten Tomatoes e notas negativas do Metacritic para filmes da DC, se tornou de praxe falar que esses dois sites são antagonistas do universo cinematográfico da mesma. E eis que vem Mulher-Maravilha, esbanjando bons comentários em suas primeiras aparições, e agora, com aprovação de 96% no Rotten e 79 no Metacritic, parece que realmente, temos um bom filme da DC, ou pelo menos houve trégua nessa guerra de críticos e fans de uma das maiores empresas de quadrinhos do universo.

Com tais notas e médias positivas, seria interessante ir além de um número, então aqui vai algumas opiniões dos críticos para o filme:

Omelete | Natália Bridi:
Ciente da pressão em torno da tarefa - o primeiro longa-metragem estrelado por uma grande heroína dos quadrinhos - a diretora Patty Jenkins acerta ao optar por um caminho simples. Mulher-Maravilha é uma clássica história de origem, calculada para apresentar Diana e seu universo para um grande público. Inspirada pelo Superman de 1978 e pelo espírito de aventura de Indiana Jones, a diretora cria uma narrativa leve e encantadora, intercalada por empolgantes cenas de ação. Ver crítica completa
 UOL | Natalia Engler:
Ao contrário dos outros filmes sob a batuta de Snyder (como diretor ou produtor), parece que aqui diretora, roteiristas, produtores e executivos do estúdio conseguiram entrar em acordo e se ater a uma visão única do que deveria ser Mulher-Maravilha, levada a cabo do início a fim. Ver crítica completa
Entertainment Weekly | Chris Nashawaty:
Mulher-Maravilha é inteligente, liso e satisfatório em todas as maneiras que os filmes de super-heróis devem ser. É deliciosamente irônico que em um gênero onde os meninos parecem ter toda a diversão, uma heroína e uma diretora feminina são as únicas capazes de mostrar aos rapazes como realmente deve ser feito. Ver crítica completa
The Hollywood Reporter | Sheri Linden:
Com todas as extravagâncias baseadas em quadrinhos, a brevidade é um anátema para Mulher-Maravilha dirigida por Patty Jenkins, e não transcende completamente os traços do produto da franquia, pois verifica a lista de requisitos de fantasia e ação. Ver crítica completa
IGN | Joshua Yekl:
Com um cenário dramático, algumas cenas de ação divertidas, um elenco de apoio forte e todos trabalhando juntos para contar uma jornada de herói inspiradora, algumas vezes mais do que compensa a atuação irregular da parte de Gadot e alguns aspectos técnicos instáveis. Ver crítica completa
Variety | Andrew Barker: 
Mulher-Maravilha é o primeiro grande filme de super-herói dirigido por uma mulher, e mostra isso de maneiras sutis, mas importantes. Ver crítica completa
Indiewire | Kate Erbland: 
Mulher-Maravilha é tanto sobre um super-herói ser levantando como é sobre o mundo que ele merece, é a insistência de Diana em lutar pela humanidade (não importando quantas vezes ela decepcione) acrescentando o tipo de emoção que o estabelece como todo. O melhor filme que o DCEU já fez. E há apenas uma só palavra para ele: Maravilhoso. Ver crítica completa
New York Daily News | Stephen Whitty: 
Nós conseguimos, e a DC finalmente também: filmes de super-heróis podem ser divertidos. E Mulher-Maravilha é um filme que enviaria até mesmo Esquadrão Suicida para casa sorrindo. Ver crítica completa
USA Today | Kelly Lawler:
Um filme verdadeiramente surpreendente, que joga com o gênero, e joga para fora a fórmula agora muito cansada de filmes de super-herói. É um filme de ação, uma comédia romântica, uma peça de época e um filme de guerra, tudo em um. Acima de tudo, é uma história esperançosa sobre a humanidade. Ver crítica completa
TheWrap | Alonso Duralde: 
Na recente inundação de filmes de super-heróis, vários conseguiram ser muito bons - mas Mulher-Maravilha classifica-se como um dos poucos grandes. Ver crítica completa
 E aí, tá ansioso pra chegar logo o dia da estréia? Se sim, nós também, e não é pouco :D

Vinícius Dellvale

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...