Liga da Justiça: O que esperar depois das mudanças?

Não seria nenhum exagero dizer que Liga da Justiça é o filme mais esperado de 2017. Sendo ainda mais polêmico, a obra mais esperada desde o lançamento do episódio 7 de Star Wars. Os jovens da década de 70 e 80 acompanharam durante muito tempo o antigo desenho dos Superamigos. Algum tempo depois, Bruce Timm e Paul Dini entregaram ao mundo a animação do famoso grupo dos quadrinhos Liga da Justiça, onde os maiores super-heróis do mundo se juntavam para lutar contra o crime. Em 2013 a DC e a Warner Bros iniciaram seu universo cinematográfico com o Homem de Aço, inserindo Henry Cavill como o Superman. 4 anos depois estamos frente a frente a um filme da Mulher-Maravilha que é um enorme sucesso de público e crítica.




No último mês, recebemos várias informações sobre mudanças dos bastidores da Liga da Justiça desde a direção até a trilha sonora. O diretor Zack Snyder se afastou da produção por conta do suicídio de sua filha e colocou em seu lugar Joss Whedon (diretor de Vingadores e criador de Buffy). Junkie XL que participou com Hans Zimmer da trilha de Batman vs Superman: A Origem da Justiça foi substituído por Danny Elfman.

Os fãs estão desesperados e preocupados. O que vai acontecer com o filme? A visão de Zack Snyder vai mudar? Vão deixar o filme mais alegre e infantil? 

Um ponto precisa ser esclarecido. Nunca saberemos como estava o filme e até que ponto a pós-produção estava avançada. Baseado no primeiro trailer os efeitos especiais e cenários em chroma key estavam bem acabados, faltava uma melhor renderização, mas já sentíamos uma obra bem terminada. O tom era diferente, a ideia inicial é que esse filme realmente seria mais leve, até porque temos alguns personagens que não são tão pesados e soturnos, como o Flash e o Cyborg. Tudo estava seguindo como o planejado. Zack Snyder editou esse primeiro trailer e Junkie XL produziu a Come Together cover dos Beatles pelo olhar da banda Aerosmith. Nenhum dos dois vai participar desse último ajuste do filme.

Outro ponto que definitivamente precisa ser levantado é que a pós produção muda completamente tudo em um filme. O presidente da Warner disse que a visão criativa do filme não deve mudar com a troca de diretores. Digamos que você precise substituir Alfred Hitchcock. Posso fazer um trabalho tentando copiar e seguir as ideias de Hitchcock, mas, eu não sou o Hitchcock, não penso como ele pensa, não tenho a mesma personalidade. A ação e os cenários de Snyder tem um parâmetro de criação muito estilizadas, com cenários voltados para o quadrinho e para um estética mais artificial. É muito complicado reproduzir o que um diretor estava pensando.

Além disso ainda temos a questão das refilmagens e cenas adicionais que serão inseridas no filme. Algumas mudanças significativas realmente vão acontecer no modo de dirigir o personagem, na interação e nos ângulos.


O som é um dos conceitos cinematográficos mais importantes em uma obra. Tanto os sons diegéticos como os não diegéticos fazem total diferença na trama. A música consegue te trazer emoções e segura um filme em momentos com menos ação. Uma boa trilha te deixa em um ecstasy muito grande e a falta dela, muitas vezes, consegue te entediar completamente. Junkie XL tinha um trilha sonora mais épica voltada para a tensão, se formos analisar os seus trabalhos em Mad Max, Batman vs Superman e God of War 2. Nas últimas entrevistas Geoff Johns, o presidente da DC e que agora esta envolvido no universo cinematográfico, diz que é necessário trazer a ideia de esperança para os próximos filmes, algo que já conseguimos observar em Mulher-Maravilha. Portanto, a escolha de Danny Elfman, ex-frontman da banda de rock Oingo Boingo e com trabalhos interessante no cinema como: Os Fantasmas se Divertem, Batman e Batman: O Retorno (Tim Burton), Edward Mãos de Tesoura, nos fazem pensar que o rumo do filme esta atualmente para uma aventura divertida com toques góticos.

Analisando os fatos, é impossível saber o que tem por trás desse afastamento de Snyder e a troca de Junkie por Elfman. Não conseguiremos informações do que realmente o Whedon vai mudar e se essas refilmagens e cenas adicionais realmente vão fazer uma diferença e qual o motivos de elas estarem sendo feitas. Apenas um próximo trailer pode deixar os fãs tranquilos e conseguiremos enxergar o real tom do filme e como essas mudanças afetaram o longa de alguma forma. Se é que essas mudanças realmente existem.

Gostou da matéria? Qual a sua teoria? O que acha que pode acontecer no filme da Liga da Justiça. Deixa o comentário abaixo e deixa aquele like!









Marvin Brito

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...