Top 10: Atuações de Nicole Kidman


Sua mais recente indicação ao Oscar foi na edição deste ano por sua atuação em Lion: Uma Jornada para Casa; cogitada a ganhar o Emmy pela minissérie Big Little Lies, Nicole Kidman é sem dúvidas uma das melhores atrizes da atualidade. Tendo começado a trabalhar como atriz nos anos 80, Nicole construiu ao longo dos últimos 30 anos uma carreira sólida, lembrada por sucessos marcantes, como Moulin Rouge e As Horas, filme que lhe rendeu o Oscar de Melhor Atriz em 2003. Em 2006, foi a atriz mais bem paga na indústria do cinema. Neste especial, o Minha Visão do Cinema homenageia a atriz com os seus 10 melhores momentos no cinema, que evidenciam não só o seu talento, como também a sua versatilidade. Confiram abaixo:


10. Segredos de Sangue (Stoker, 2013)



Em pleno luto por causa da morte de seu pai, India (Mia Wasikowska) deve lidar com o novo comportamento agressivo de sua mãe (Nicole Kidman) e com a chegada inesperada de um tio que ela nem sabia que existia, Charlie (Matthew Goode). Este homem sombrio esconde as reais motivações de sua visita, enquanto seduz as duas mulheres da família.
Um suspense fraco e previsível, em que o ponto forte fica por conta da atuação do trio de protagonistas, sendo a melhor delas a de Nicole Kidman.

9. As Aventuras de Paddington (Paddington, 2014)



As Aventuras de Paddington narra em live action a chegada e as primeiras experiências do educado, simpático e atrapalhado ursinho criado pela imaginação do escritor inglês Michael Bond, que desde os anos 1950 encanta as crianças com suas divertidas traquinagens. O ursinho crescido na floresta peruana chega à famosa estação Paddington do metrô londrino com um elegante chapéu, espírito aventureiro e uma pequena faixa no pescoço com a frase - "Por favor, cuidem desse urso. Obrigado". A generosa família Brown decide oferecer abrigo temporário a Paddington, e o ursinho logo descobre que a vida na cidade não é bem como ele imaginava.
Um filme divertido para toda a família que conta com Nicole Kidman na pele de uma hilária vilã.

8. Cold Mountain (2003)



Após o término da Guerra Civil Americana, o soldado Inman Balis (Jude Law) inicia o percurso para retornar à sua casa, na vila de Cold Mountain. Lá está à sua espera Ada (Nicole Kidman), sua namorada, que luta para administrar uma grande fazenda após a morte de seu pai. Para ajudá-la na tarefa chega Ruby (Renée Zellweger), enviada por sua vizinha Sally (Kathy Baker), que cria uma grande amizade com Ada. No caminho de volta Inman encontra diversos outros soldados, feridos como ele, com quem divide suas experiências da guerra.
Com um grande elenco, e ótimas atuações, especialmente de Nicole Kidman e Renée Zellweger, a qual foi premiada com o Oscar de Melhor Atriz Coadjuvante em 2003.

7. De Olhos Bem Fechados (Eyes Wide Shut, 1999)



Alice (Nicole Kidman), curadora de arte, é casada com o doutor Bill Harford (Tom Cruise). Juntos formam um casal perfeito. Porém, depois de participarem de uma festa, Alice confessa ter tido atração e fantasias sexuais com outro homem, que também estava na festa. Os dois começam a discutir e Bill passa a se perguntar o porquê disto estar acontecendo com ele, então ele vai procurar seu amigo Nick Nightingale, que irá lhe mostrar um mundo de fantasias e jogos sexuais.
Apesar de o foco do filme ser na personagem de Tom Cruise, Nicole Kidman não deixa de se entregar completamente ao papel nas poucas cenas em que aparece. Destaque para o seu monólogo na cena do quarto, em que ela confessa algo importante para o marido.

6. Mulheres Perfeitas (The Stepford Wives, 2004)



Joanna (Nicole Kidman) é uma executiva bem-sucedida que, após o fracasso de um reality show idealizado por ela, é demitida e sofre um colapso nervoso. Para descansar, seu marido (Matthew Broderick) a leva para uma cidade do interior, Stepford, localizada no subúrbio de Connecticut, juntamente com seus dois filhos. Lá ela faz amizade com Bobbie (Bette Midler) e começa a notar uma estranha coincidência: todas as esposas do local obedecem com grande dedicação aos seus maridos, parecendo felizes com a situação. Joanna começa a investigar o caso e descobre a existência de um plano que evita os problemas familiares.

Uma comédia com uma crítica social velada, Mulheres Perfeitas é aquele tipo de filme que parece ser bobo, mas que surpreende aos poucos. Destaque para a cena em que Joanna é demitida, em que Nicole Kidman expressa vários sentimentos da personagem sem dizer uma palavra.

5. Dogville (2003)



Anos 30. Dogville, um lugarejo nas Montanhas Rochosas. Grace (Nicole Kidman), uma bela desconhecida, aparece no lugar ao tentar fugir de gângsters. Com o apoio de Tom Edison (Paul Bettany), o auto-designado porta-voz da pequena comunidade, Grace é escondida pela pequena cidade e, em troca, trabalhará para eles. Fica acertado que após duas semanas ocorrerá uma votação para decidir se ela fica. Após este "período de testes" Grace é aprovada por unanimidade, mas quando a procura por ela se intensifica os moradores exigem algo mais em troca do risco de escondê-la. É quando ela descobre de modo duro que nesta cidade a bondade é algo bem relativo, pois Dogville começa a mostrar seus dentes. No entanto Grace carrega um segredo, que pode ser muito perigoso para a cidade.
Um filme de Lars Von Trier nunca é fácil, seja para os telespectadores "digerir" ou para os atores, e como fruto de seu árduo trabalho como protagonista, temos em Dogville um dos melhores desempenhos de Nicole Kidman.

4. Moulin Rouge: Amor em Vermelho (Moulin Rouge!, 2001)



Christian (Ewan McGregor) é um jovem escritor que possui um dom para a poesia e que enfrenta seu pai para poder se mudar para o bairro boêmio de Montmartre, em Paris. Lá ele recebe o apoio de Henri de Toulouse-Latrec (John Leguizamo), que o ajuda a participar da vida social e cultural do local, que gira em torno do Moulin Rouge, uma boate que possui um mundo próprio de sexo, drogas, adrenalina e Can-Can. Ao visitar o local, Christian logo se apaixona por Satine (Nicole Kidman), a mais bela cortesã de Paris e estrela maior do Moulin Rouge.
Um de seus filmes mais conhecidos, Moulin Rouge é sem dúvidas um marco na carreira de Nicole Kidman e seu desempenho como a bela Satine é tão memorável que não poderia ficar de fora dessa lista.

3. Os Outros (The Others, 2001)



Durante a 2ª Guerra Mundial, Grace (Nicole Kidman) decide por se mudar, juntamente com seus dois filhos, para uma mansão isolada na ilha de Jersey, a fim de esperar que seu marido retorne da guerra. Como seus filhos possuem uma estranha doença que os impedem de receber diretamente a luz do sol, a casa onde vivem está sempre em total escuridão. Eles vivem sozinhos seguindo religiosamente certas regras, como nunca abrir uma porta sem fechar a anterior, mas quando eles contratam empregados para a casa eles terminam quebrando estas regras, fazendo com que imprevisíveis consequências ocorram.
Conhecido pelo seu plot twist no final que o coloca no mesmo patamar de O Sexto Sentido e Clube da Luta, Os Outros é um clássico do suspense. Mostrando sua incrível versatilidade como atriz, Nicole nos cativa como Grace e nos faz torcer por ela e pelas crianças, o que sem dúvidas contribui para que o plot twist seja ainda mais surpreendente.

2. Reencontrando a Felicidade (Rabbit Hole, 2010)



Becca e Howie Corbett são um casal feliz, cujo mundo perfeito é mudado para sempre quando seu filho Danny é morto por um carro. Becca, uma executiva que virou dona-de-casa, tenta redefinir sua existência em um lugar surreal de família bem-intencionada e amigos. Dolorosas, pungentes, e muitas vezes engraçadas, as experiências de Becca vão levá-la a encontrar consolo em um relacionamento misterioso com Jason, um jovem e perturbado artista de quadrinhos que conduzia o carro que matou Danny. A fixação de Becca com Jason a leva para longe das memórias de Danny, enquanto Howie mergulha no passado, buscando refúgio em estranhos que lhe oferecem algo que Becca é incapaz de dar. Os Corbetts, à deriva, fazem surpreendentes e perigosas escolhas enquanto decidem por um caminho que vai determinar seus destinos.
Apesar de já ter feito de tudo um pouco - comédia, suspense, romance, musical, animação etc. - sem dúvidas é nos dramas em que Nicole Kidman se sai melhor. Basta assistir Reencontrando a Felicidade (para variar, péssimo título brasileiro) e tentar não se emocionar com o drama de Becca. Não à toa, rendeu à atriz mais uma indicação ao Oscar em 2011.

1. As Horas (The Hours, 2002)



Em três períodos diferentes vivem três mulheres ligadas ao livro “Mrs. Dalloway”. Em 1923 vive Virginia Woolf (Nicole Kidman), autora do livro, que enfrenta uma crise de depressão e ideias de suicídio. Em 1949 vive Laura Brown (Julianne Moore), uma dona de casa grávida que mora em Los Angeles, que planeja uma festa de aniversário para o marido e não consegue parar de ler o livro. Nos dias atuais vive Clarissa Vaughn (Meryl Streep), uma editora de livros que vive em Nova York e dá uma festa para Richard, escritor que fora seu amante no passado e hoje está com Aids e morrendo.
Particularmente um dos meus filmes favoritos, As Horas é sobre a vida tão comum de pessoas igualmente comuns, e por isso mesmo é facilmente relacionável com a de qualquer pessoa no mundo. E pela sua entrega como Virgina Woolf, tanto na questão física, mas principalmente quanto à sua interpretação - não a toa vencedora do Oscar - esta foi escolhida a sua melhor atuação no cinema.


E você, também é fã do trabalho de Nicole Kidman? O que achou da lista? Teve algum filme que ficou de fora? Deixe sua opinião e/ou sugestões! :)

Michele Figueiredo

Nenhum comentário :

Postar um comentário

Comente sobre o filme ou o blog. Pergunte, reclame ou elogie.

Obrigado...